Mirror’s Edge 2 ainda não foi descartado pela EA

dori_mirr_03.03.11

Uma vez vi alguém comentar que não se importava com o número de vendas dos jogos e que tal assunto só é relevante para os criadores. Talvez o sujeito até tenha razão, mas como um jogador que já gostou de diversos títulos que não foram bem aceitos pelo público e que aguardava uma continuação, sei que um fracasso comercial pode representar o fim de uma franquia, risco por que passou o, na minha opinião, ótimo Mirror’s Edge. Há algumas semanas o CEO da DICE, Patrick Soderlund, revelou que o desenvolvimento de uma continuação para o jogo havia sido cancelado, mas de acordo com Frank Gibeau, presidente da EA Games, a franquia não será abandonada.

Não completamente. Estamos apenas tentando descobrir como trazer o Mirror’s Edge de volta. Isso é parte do desenvolvimento do processo criativo. Sei que existiram algumas história sobre a EA ter matado o Mirror’s Edge. Bom, eu sou o cara; Eu dou o sinal verde para os jogos e não o matei – com Deus como minha testemunha.

O que temos dito internamente é: ‘O que precisamos fazer para que a sequência seja um sucesso?’ Precisamos ir da versão um para a dois, então terá que vender duas ou três vezes mais, encontrar uma audiência muito maior. O primeiro jogo, do ponto de vista de qualidade foi bom, mas agora ele terá que ser excelente. Estamos trabalhando ativamente em ideias no universo do Mirror’s Edge e ainda não encontramos uma forma de trazê-lo de volta de uma maneira que os fãs fiquem empolgados, mas ao mesmo tempo levá-lo a um público mais amplo.”

É, pelo jeito o desafio não será nada fácil e para mim o Mirror’s Edge é um dos maiores injustiçados desta geração. O jogo possui gráficos muito bons, enredo interessante, personagens marcantes e sua jogabilidade trouxe uma inovação aos FPSs que há muito não víamos. Quais as mudanças que eles trarão para conquistar mais pessoas eu não sei, provavelmente adicionar um multiplayer, mas espero que não mudem a protagonista e principalmente, não transformem a sequência em um descerebrado jogo de tiro em primeira pessoa.

[via CVG]

Relacionados: , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar