Home » Meio Bit » Debian 6!

Debian 6!

9 anos atrás

Dizem por aí que eu odeio o GNU/Linux®, que sou um vendido (escolha: MS, Oracle, ASCII Corp…), que nunca usei o sistema e assim vai. Bem, das profundezas do meu desconhecimento, minha distribuição predileta é a Debian.

debian6

Não que eu seja um fanático por “drivers livres” ou assine embaixo do “Manifesto Debian”, mas é ótimo poder contar com programas que já foram testados por algum tempo, estão relativamente maduros (portanto, com menos chance de apresentarem problemas) e, para quem desenvolve sistemas embarcados, contar com a versão “enxuta” para ARMs do sistema “desktop” ajuda. Muito.

Depois de dois anos, no último domingo divulgada a versão estável de número 6, apelidada carinhosamente de “Squeeze” (não, Cardoso, não tem nada a ver com aquilo). Esta é a primeira versão da distribuição completamente “livre” de código proprietário no kernel. Para os traidores do movimento (ou donos de placas ATI), o código pode ser baixado em uma imagem opcional (e não oficial) ou diretamente do repositório “non-free”.

Segundo o site, são dez mil novos pacotes de software, de um total de 29 mil programas. Nada mal. Além disso, esta versão traz uma “prévia” do kernel FreeBSD (com suporte a ZFS), tanto 32 quanto 64 bits, mas apenas para PCs. A versão “normal”, com kernel GNU/Linux® 2.6.32, roda em PCs, PowerPCs, SPARCs, MIPS, S/390, ARMs, tostadeiras e relógios de ponto em geral. Mas abandonaram os Alpha e os PA-RISC. Ninguém notará.

Os novos scripts de inicialização “em paralelo” também são destaque, prometendo um enorme ganho de velocidade durante o boot.

Para quem também prefere o KDE ao Gnome, há a opção de torná-lo o ambiente padrão. Inclusive, há uma imagem de instalação com este último devidamente defenestrado.

Para baixar, aponte se navegador para este link, escolha sua opção (Bittorrent é a recomendada) e seja feliz por mais dois anos.

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários