Home » Demais assuntos » Sparrow for OS X: Minimalismo

Sparrow for OS X: Minimalismo

9 anos atrás

Screenshot_ 1.jpg

O Sparrow é um novo cliente de e-mail para OSX no meio de toda a mesmice de sempre.

Valendo-se da máxima "menos é mais", o beta é leve aos olhos e dá conta do recado.

Normalmente sabemos quando um programa será no mínimo estável e consistente já pelo seu beta. É o caso do Sparrow. Os pormenores bastante polidos da UI dão conta de um cuidadoso trabalho de integração entre uma beleza simples e a proposta principal: minimalismo.

À primeira vista parece um simulador do cliente de email do iPhone para desktop, pelo visual. É bem rápido e não encontrei problemas dignos de nota durante dois dias de heavy testing.

Veredicto: bacana como beta e com potencial para esmirilhar como final.

PS: somente para os fãs da não-poluição e da diluição de excessos de layout e conteúdo.

Screenshot_ 3.jpg

Por enquanto o Sparrow funciona apenas para POPs/IMAPs de contas Google, mas logo deve dar suporte a outros. Suspeito que deva fazer uma nota aqui:

É precisamente aí que eu acho que o Sparrow define-se ou não como uma boa opção de cliente de e-mail para Mac users.

Digo isso porque a plataforma de email do Google é provavelmente a mais redonda e robusta que se conhece e trabalhar primariamente com ela não revela exatamente onde estão os calos de um cliente de e-mail, ao meu ver.

Se o suporte para outros protocolos abertos de POP e IMAP arredondar com a fluidez já obtida no beta com a funcionalidade via contas Gmail, eu compro uma licença quando sair - mesmo que não seja freeware (como diz-se que será).

Contas múltiplas, notificações via Growl (da qual eu pessoalmente não sou apreciador) e o mantenimento das trocas de mensagens em formato de thread/discussão são alguns dos cafunés funcionais oferecidos. O #osso é o tamanho de programas em Beta, não? Baixado, o Sparrow tem 9 MB, e instalado, 36 MB. Até aí, sem novidades, é tudo igual. Betas são comumente meios cheios de code-gordura.

Como uso iOS bastante, a utilização do Sparrow para a checagem rápida de mensagens durante o decorrer do dia acaba sendo uma extensão daquela maneira empregada quando se utiliza o iPhone ou o iPad, por exemplo.

Indo bem além na análise prática e avaliando mais a fundo coisas como o comportamento durante o uso, pude perceber uma certa mudança no jeito de ler e responder as mensagens do dia-a-dia. Minimalismo e mensagens são coisas que combinam-se, de facto, muito bem...

Quero dizer, dada a falta da poluição visual quase que padrão em clientes como o Thunderbird ou até mesmo o Mail, abrir e olhar muito nitida e brevemente as mensagens pode ter um efeito mais ágil na mecânica de entrar e sair do programa. O lance é um pouco sutil e pessoal, mas confesso que gostei da diferença provocada.

Vale bem a pena provar e ficar de olho da versão final.

PS2: tem suporte à processadores PPC. 10 points!

Screenshot_ 2.jpg

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários