Home » Games » Análises » Preview: Guitar Hero – Warriors Of Rock

Preview: Guitar Hero – Warriors Of Rock

Saiba o que esperar do próximo título da série Guitar Hero.

9 anos atrás

Fala aí galera! Faz um tempo que não posto nada novo para o MBG, mas hoje me senti inspirado. Todo dia quando chego do trabalho, ligo o Xbox 360 e dou uma olhada nas novidades, me surpreendi com o demo de Guitar Hero: Warriors Of Rock disponível (não acompanhei muito as notícias deste jogo). Deixei baixando e o testei. É exatamente essa experiência e primeira impressão que quero compartilhar com vocês.

Há um ano atrás, comprei o Guitar Hero Aerosmith por causa de uma promoção, não que eu seja fã da banda, mas para ter a guitarrinha e poder aproveitar outros jogos da franquia Guitar Hero / Rock Band. Não me arrependi, os jogos são muito divertidos e quando se tenta um nível mais difícil, proporcionam um desafio bem legal. Muitos me desencorajaram da aquisição dizendo que a “onda” dos jogos musicais já tinha passado e que os mesmos seriam esquecidos, mas resolvi insistir. Aí veio um balde de água fria com Band Hero. Do Guitar Hero 5, não posso falar muito, pois joguei bem pouco.

Já o Guitar Hero 6 ou “Warriors Of Rock“ acompanhei sem “hype” nenhum. Talvez até por isso, fiquei empolgado ao ver o Demo disponível hoje. O Gameplay e ícones na tela são praticamente os mesmos de Guitar Hero 5, assim como os gráficos (não notei nenhuma melhora significativa). Confesso que ainda não acostumei com o novo “braço” da guitarra que aparece na tela e aquele medidor da “Star Power” (acho ele discreto demais, sempre esqueço de usar a Star Power por causa dele). Mas ao executar o jogo e ir em “Play Quest”, logo temos uma grata surpresa:

Outra coisa que estranhei no começo, mas agora entendo que combina bem é a nova Guitarra que fará parte do bundle:

As músicas disponíveis nesse Demo são:

“Children Of The Grave” (Black Sabbath, 1971)

Com esse som, a adrenalina já vai a mil, seja no baixo ou guitarra! Música também presente no início do jogo Brutal Legend, inclusive a temática deste Guitar Hero lembra muito o universo do jogo estrelado por Eddie Riggs.

Temos também:

“No Way Back” (Foo Fighters, 2005)
“Ghost” (Slash Featuring Ian Astbury, 2010)

E conforme vamos tocando as músicas, vai aumentando uma barra de poder, quando alcançamos um determinado número nosso personagem “evolue” para uma espécie de monstro/demônio. E quando isso ocorre, automaticamente vamos para o “Encore”, tocando a música “Bloodlines” (Dethklok, 2009). O curioso é que é um Death Metal, com vocal gutural e tudo mais, algo que não lembro de ter visto nos outros jogos da franquia, mas que combina bem com essa transformação.

Sendo assim, essa minha primeira impressão com Guitar Hero: Warriors Of Rock foi bem positiva e com certeza o comprarei (mas quando estiver num preço mais acessível). Acho que a inovação com essa “Quest” + “transformação” do personagem são válidas e foram um passo certo para renovar a franquia.

O lançamento está previsto para 28 de setembro (também conhecido como final deste mês) e a Setlist conta com mais de 90 músicas, incluindo bandas como: Rush,  Megadeth, Offspring, R.E.M., Bush (não o presidente), Arch Enemy, Bad Brains, entre outras. Para ver a lista completa, clique aqui.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários