Home » Miscelâneas » Britânicos não acreditam em Evolução

Britânicos não acreditam em Evolução

14 anos e meio atrás

Essa saiu no Slashdot e é no mínimo uma notícia curiosa. Segundo uma pesquisa da BBC mais da metade dos britânicos não acredita na teoria evolucionista de Charles Darwin. 40% dos entrevistados vão além e dizem que outras teorias como o Criacionismo e o Desenvolvimento Inteligente deveriam ser ensinadas nas escolas.

O Criacionismo é uma teoria que evoca algo semelhante ao conto bíblico de Adão e Eva. Uma força superior haveria desenvolvido todas as espécies à sua própria vontade e entre elas o homem. Todos os seres assim criados foram colocados para viver na Terra. O Desenvolvimento Inteligente prega, em linhas gerais, que a natureza "sabe" o que as espécies devem desenvolver para serem bem sucedidas e fornece essas características à elas, sendo então o histórico natural de cada ser desse planeta novamente direcionado pela vontade de algo maior. Ambas são rejeitadas pela ciência principalmente, mas não exclusivamente, pela ausência de provas de que essa força superior exista de fato.

O Evolucionismo de Darwin considera que as modificações das espécies e o aparecimento de novas espécies é algo totalmente casual e não direcionado. E que o meio ambiente trata de selecionar aquelas modificações aleatórias que produzem melhor resultado. Desde o princípio a teoria evolucionista é atacada por membros de várias classes, principalmente do clero, e já foi considerada ateísta por muitos estudiosos.

Nos Estados Unidos recentemente uma corte proferiu que a teoria do Desenho Inteligente é motivada pela necessidade das pessoas de incluir Deus em suas vidas. Isso ocorreu porque um grupo de pais da Pennsilvânia processou uma escola para impedir que nas aulas de Ciências a teoria evolucionista de Darwin fosse ensinada como um fato concreto.

Estamos nós vendo nossa sociedade caminhar na contra-mão e dirigindo-se novamente para a Teocracia? É fato que entre os níveis mais altos de educação é mais fácil encontrar pessoas que depositam crédito na metodologia científica e desqualificam teorias envolvendo o poder de forças ou seres supremos cuja constatação prática não possa ser efetuada. Estariam então os cidadãos mais escolarizados dos países de primeiro mundo desacreditando a ciência ou os cidadãos de primeiro mundo não são assim tão escolarizados?

relacionados


Comentários