Home » Miscelâneas » Meio Bit no lançamento do Office 2010

Meio Bit no lançamento do Office 2010

9 anos atrás

Estive representando o Meio Bit no evento de lançamento do Office 2010, na casa de eventos 011, na Vila Olímpia, em São Paulo. O presidente da Microsoft Brasil Michel Levy foi o simpático mestre de cerimônias, e fez uma breve apresentação com o foco na entrada na nuvem, a tão esperada versão online do Office 2010, que chegou para concorrer de igual para igual com o Google Docs.

Com o Office Web Apps é possível abrir, editar e compartilhar documentos do seu browser, o que estimula trabalhos em colaboração, algo que se traduz em aumento de produtividade. A proposta da Microsoft é que você possa abrir e editar os documentos no browser ou no smartphone, sem perder a formatação. O único problema é que, por enquanto, o Web Apps só está disponível para quem tem uma conta no Windows Live em inglês, mas que deve ser lançado no Brasil até o final do ano.

Os números da versão beta do Office 2010 são respeitáveis, com mais de 9 milhões de downloads no mundo, e 260 mil só no Brasil. Segundo Levy, a Microsoft foi acertando o produto com os feedbacks dos testers, repetindo a estratégia bem sucedida com o Windows 7. Eu também fui um destes beta testers, e gostei da experiência com o novo Office. Se você também está testando, vale a pena lembrar que a versão beta só vai continuar funcionando até outubro deste ano.

Clique no “Continue” para ler mais.

O Office Starter 2010 é o sucessor do velho Microsoft Works, e virá pré-instalado em computadores novos. O pacote é bem básico, mas com versões simplificadas do Word e Excel, atende a expectativa de quem espera que o computador já venha com um editor de texto e planilhas. O detalhe interessante é que você pode a qualquer momento comprar outra versão do Office de dentro do próprio Office Starter.

O gerente de produtividade e colaboração da Microsoft Eduardo de Oliveira continuou a apresentação, fazendo demonstrações dos principais programas do novo Office. O Office 2010 tem suporte a reforma ortográfica para todos os gostos. Você pode escolher se prefere que ele faça sugestões com as regras originais, com as regras do acordo ortográfico, ou com as duas ao mesmo tempo.

Para muitos o PowerPoint é associado com aquelas apresentações chatas a sua tia manda por e-mail, mas a Microsoft aposta que a apresentação de um DJ mixando com a ajuda do programa pode mudar esta imagem. Além de várias transições novas, você pode editar imagens e vídeos e até mesmo aplicar efeitos especiais sem precisar sair do programa.

O Outlook 2010 está na busca pela inbox limpa, e com isso ganhou threads (mas onde é que foi que eu vi isso antes?), o botão limpar e o botão ignorar, este realmente muito útil dependendo da situação. Os calendários podem ser abertos dentro do próprio programa, algo muito útil quando te convidarem para uma reunião. Um dos recursos mais interessantes do Outlook 2010 é o Social Connector, que mostra updates do Facebook, MySpace, LinkedIn e Messenger dentro do próprio Outlook. É só clicar no nome do contato para ver todos os e-mails, todas as reuniões, e todos os updates da pessoa nas redes sociais.

Como justificativa para a não inclusão do Outlook na versão mais barata do Office 2010, a Microsoft ressaltou que um grande número de usuários prefere usar um webmail, e o melhor exemplo disto é o Hotmail, que tem hoje em dia 47 milhões de usuários no Brasil.
O Backspace do Office 2010 traz configurações e atalhos com ícones para aqueles usuários que não sabem como imprimir um arquivo ou enviar por e-mail como pdf. Como disse o CAT do Globo, qual é mesmo a grande dificuldade de imprimir? Você pode também publicar seus documentos em um blog com facilidade.

A demonstração do Excel foi em cima do DJ, que pode ter seu inventário de músicas analisado de várias formas, sempre com a ajuda do novo recurso Sparklines, que coloca mini gráficos dentro de tabelas para você visualizar tendências e entender o que dizem os números.

Voltando a nuvem, o Docs no Facebook é outra experiência interessante, criada com o objetivo de compartilhar documentos na rede social. Ele ainda está em versão beta, mas oferece compatibilidade mantendo o formato e a aparência originais do arquivo.

Depois disto, chegou o momento das perguntas e respostas. Eu quis saber quando vai ser lançado o novo Office para OS X, e a resposta é até o final do ano, quando conheceremos o Office 2011 para Mac.

O Microsoft Office 2010 já está a venda em suas três versões, a Home and Student (3 licenças, R$ 199), Home and Business (2 licenças, R$ 499) e Professional (2 licenças, R$ 1.399). A primeira vem com o Word 2010, Excel 2010, PowerPoint 2010 e o OneNote 2010. A segunda acrescenta ao pacote o Outlook 2010, e a Professional inclui ainda o Publisher 2010 e o Access 2010, com seu banco de dados que pode ser útil para empresas.

relacionados


Comentários