Home » Internet » Suicídios avisados pelo Twitter

Suicídios avisados pelo Twitter

Homem deixa mensagem no Twitter antes de se matar

9 anos atrás

Twitter

O assunto é trágico e serve para mostrar que as redes sociais estão sendo utilizadas cada vez mais para envio de mensagens dos mais variados tipos (e escala de humor): do nascimento de filhos até anúncio da morte de parentes. Infelizmente, outras pessoas estão usando o Twitter para publicação de mensagens extremamente tensas: as antigas "cartas" escritas antes de uma pessoa se matar, se transformaram em tweets.

Um dos casos mais recentes foi de Lee Kye-Hwa, um famoso DJ da Coréia do Sul. Sua familia reportou o desaparecimento dele no domingo, exatamente no mesmo dia em que ele postou o tweet abaixo:

Estou para cometer suicídio. Para todos, até mesmo para aqueles que compartilhei a mais simples amizade, eu amo vocês.

Ele também deixou notas para seus parentes e amigos culpando problemas financeiros como justificativa para o suicídio. Seus seguidores tentaram seguir os passos dele, para evitar que ele cometesse suicídio. Infelizmente, sem sucesso. Infelizmente, também, esse não foi o primeiro caso de suicídio via Twitter.

Em 2009, uma mulher, que morava na Florida, se matou (e avisou isso via Twitter) para evitar uma ordem de despejo. Heather K. Newman postou a seguinte nota:

Ricos ficam ricos, pobres ficam pobres e o governo não faz nada. Deus abençoe os Estados Unidos mas, ELE pode salva-lo?

Os dois suicídios foram motivados, basicamente, por problemas financeiros. Algo que eu não entendo mas, não vou julgar. E, também em 2009, a atriz Demi Moore evitou que uma mulher tentasse suicídio. A residente da Califórnia postou a seguinte mensagem:

Estou pegando uma faca, uma das grandes e ela está afiada. Vou cortar todo meu braço, para não perder tempo. - E em seguida postou outro tweet com a seguinte frase: Adeus. Vou me matar agora.

Em seguida, Demi leu o tweet e publicou que esperava que ela estivesse brincando. Outros seguidores, tanto de Demi quanto da mulher, reportaram para o Departamento de Polícia de San Jose, avisando da ameaça de suicídio. A polícia foi rápida e localizou a mulher, que não estava ferida mas mesmo assim foi levada para avaliação médica.

As organizações e associações pró-vida podem começar a olhar o Twitter de outra forma: prevenção de suicídios em tempo real. E não estou brincando. Diferentemente do telefone, você até pode acompanhar o histórico de mensagens da pessoa e verificar o histórico de mensagens do usuário.

Fonte: Telegraph.

relacionados


Comentários