Home » Meio Bit » Análise » Google promete lançamento do Chrome OS para final do ano

Google promete lançamento do Chrome OS para final do ano

8 anos e meio atrás

crédito imagem: Google

De acordo com um dos executivos da empresa, netbooks e outros gadgets rodando o Google Chrome OS já podem ser esperados para o final do ano.

Das mudanças mais recentes que se tem notícia, uma tela de início do sistema um pouco mais elaborada foi adicionada ao projeto, e quase nada mais se sabe a respeito. Todavia, como de costume o zumzumzum continua e muito se ‘fala’ por aí.

Como bons lançadores que tem se mostrado ser ao longo dos anos, os especialistas da empresa têm obtido certo êxito em evitar que informações valorosas sobre o projeto vazem aqui ou ali. Nos dias de hoje, o que pode determinar o sucesso ou o total flunking de um produto que nasceu no Vale do Silício é com certeza a quantidade de ruído que ele será capaz de produzir até o seu lançamento oficial [vide o histórico do próprio iPad].

O nome dele é incomum, Sundar Pichai, mas ribomba aos quatro cantos da orbe cibernética como um daqueles a serem observados. Vice-presidente de gestão de produtos da Google e responsável direto pela liderança do projeto do Chrome OS, Sundar estrategicamente disse a repórteres reunidos em uma conferência anual de hardware na Tailância que ‘netbooks e outros aparelhos rodando Chrome OS seriam lançados até o final do outono deste ano’ (Q3).

Anteriormente, a Google teria dito que planejava lançar o Chrome OS em algum momento da segunda metade de 2010 (Q4). Talvez possa ter sido mais uma informação para redirecionar a atenção do mercado para uma primeira data que serviria apenas ao propósito de colocar o sistema ‘mais ao alcance’ de todos e não tão distante assim.

Agora, em um momento bem mais apropriado, a equipe associada de Sundar parece novamente redirecionar o lançamento para um pouco mais tarde, apenas um pouco. É fácil perceber a relação entre o frenesi de consumo sempre bem previsto para o final do ano, com qualquer movimentação da empresa sobre o lançamento de um dos seus produtos mais especulados ultimamente.

Especialmente agora que o momentum dos netbooks parece estacionar e a tablet-ipad-mania toma conta dos bolsos mais impulsivos, vai ser bastante interessante observar o desempenho da Google diante do embate netbooks/gadgets versus tablets/iPads.

Agora, um ponto que achei extremamente interessante foi o facto de Eric Schmidt, CEO da empresa, ter afirmado que a própria companhia planeja adotar ‘agressivamente’ estes novos aparelhos tanto para a melhoria e desenvolvimento de novos sub-produtos, como para componentes de segurança, melhorias de interface, entre outros.

Mas no esquema que envolve o misterioso jogo de palavras ao redor de cada lançamento dos ‘grandes’, não se pode dizer se esta ou aquela informação (mesmo que oficiais, como estas que aponto aqui) são meramente manobras e estratégias.

Uma coisa, entretanto, é certa: é inegável relacionarmos o próprio lançamento do Chrome OS como pelo menos uma parte do interesse da Google em progressivamente se livrar de seu equipamentário de Windows.

Parece mesmo que teremos mais um fuzuê no mercado dos grandes lançamentos ainda este ano.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários