Home » Mercado » Google muda as regras na venda do Nexus One

Google muda as regras na venda do Nexus One

10 anos atrás

Google Nexus One: agora, só em lojas convencionais.

Existe um grande risco em propor tendências, quebras de paradigmas: elas podem fracassar. O Google é uma das empresas que mais inovam e, tirando alguns cases recentes (é com você mesmo, Wave), emplaca muitos produtos que, rapidamente, se tornam dominantes em seus respectivos nichos.

Na área móvel, o Google e seu Android vai muito bem, obrigado. Os níveis de adoção à plataforma são altíssimos, na Europa, já ultrapassou o iPhone, e a tendência é continuar subindo, ao infinito e além. Já o Nexus One...

O celular dispõe de excelente hardware, produzido pela HTC. O problema, mesmo, parece estar na forma de comercialização adotada pelo Google, primariamente online. Não colou, e apenas early adopters compraram a ideia — e o, nas palavras do Google, "superphone" vendido por lá.

Foi uma aposta arriscada desde o início, e a falta do contato do público com o aparelho parece ser uma barreira ainda longe de ser transposta, tanto que hoje o Google anunciou, por meio de seu blog oficial, que parará de vender o Nexus One via Internet.

A partir de agora, o superphone será comercializado em lojas de parceiros, da mesma maneira que acontece na Europa. Já o endereço google.com/phone servirá de vitrine para vários Androids disponíveis globalmente.

O que mais impressiona nisso tudo é a velocidade com que o Google admitiu o erro. Custos e perdas estão envolvidos nisso, mas não deixa de ser bacana 🙂

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários