Home » Meio Bit » Dores de uma migração

Dores de uma migração

O que houve e para onde vamos com o Meio Bit.

9 anos atrás

Como todos os que frequentam este site perceberam, há alguns dias fizemos a mudança de um sistema de CMS (Drupal) para outro, usando o WordPress, plataforma que é mais comumente usada para blogs.

Tenho observado muita discussão sobre os resultados obtidos até agora, e isso vai moldando os nossos planos para o futuro do Meio Bit. Antes de mais nada, o que nos motivou a mudar para esta plataforma é o melhor atendimento aos nossos usuários. Isto significa, em termos gerais, que a informação deve ser mais facilmente acessivel, e os usuários podem participar mais ativamente.

Três grandes áreas foram identificadas para mudanças:

  • Layout
  • Funções
  • Performance e facilidade de administração

No layout, certamente o ponto mais controverso até agora, procuramos tornar a home-page mais curta e compacta. O usuário identifica facilmente o que é destaque (incluindo nos canais), os últimos posts, os posts mais comentados e os fórums. Concordo com muitos de vocês que o visual ficou um pouco poluído. A idéia aqui é exatamente esta: colocar o layout novo para nossos usuários testarem e comentarem. De nada adianta eu ou alguem da equipe bolar um visual e isso não funcionar na prática. E o caminho que optamos foi de fazer várias iterações, anotando o que pode ser melhorado, e implementando, afinal o site é completamente dinâmico, e um erro pode ser facilmente corrigido. Tiramos os anúncios do meio do post como anteriormente e movemos isto para a barra lateral. A barra lateral vai voltar a ter utilidade, do jeito que está não nos serve também. O fórum também ainda não está finalizado.

As funções que mais nos faziam falta era uma experiência melhor para o usuário comentar. Queriamos algo que fosse praticamente instantâneo, que abrisse a possibilidade de mais pessoas comentarem (sem necessitar de login ou permitindo logins de outras plataformas), karma (pontos) e que tivesse várias opções de acompanhamento (RSS, email). Identificamos o Intense Debate como uma plataforma que nos atende em quase todos os quesitos. Infelizmente o ID (ou o WP) ainda não dispoe de uma funcionalidade como o "track" no Drupal. Tampouco podemos usar os "tibs" que existiam na versão anterior do site. Entretanto, estamos com estas funcionalidades anotadas e estamos trabalhando para trazê-las de volta. O Intense Debate permanece em caráter beta, e pode ser desligado facilmente e voltamos ao sistema nativo do WP, sem perda de comentários. Conseguimos agora importar boa parte dos 350 mil comentários feitos desde 2004, e só isso foi uma tarefa difícil.

Por último, apesar de termos um tráfego e reconhecimento considerável, o MB depende de pouca gente para administrá-lo. Todos tem ocupações externas, e portanto quanto mais fácil de administrar, melhor. Continuamos com um servidor dedicado no UOL Host, com backups off-site que nos propiciou uma performance superior: o site tem estado no ar 100% do tempo desde a migração, e a carga de páginas consome uma fração do que costumava consumir, graças a muito trabalho do Manoel na otimização do servidor, banco de dados e cache. Ainda queremos melhorar: o Intense Debate traz alguma queda de performance para alguns, e temos muito código javascript sendo carregado. Estamos trabalhando para melhorar isto. Do ponto de vista de administração do blog em si, o sistema de comentários é o que dá mais trabalho, e certamente assim ficou mais fácil para nós acompanharmos as discussões, e minimizar o incômodo por aqueles que procuram somente bagunçar (lembre-se: você faria seu comentário pessoalmente ao autor ? Se não, pense se vale a pena escrevê-lo).

Todo este texto foi escrito para explicar para vocês o que aconteceu, a situação atual, e nossos planos futuros. Eu vejo várias críticas quase pessoais, e percebo que talvez algumas pessoas não entendam que por trás de tudo isto existe um grupo de pessoas que toca este projeto. Os sócios do MB não levam para casa um único centavo do que entra em caixa há mais de 1 ano, estamos reinvestindo tudo. Se o motivo de estarmos aqui fosse somente financeiro, este site não existiria já há muito tempo. Vários outros colaboradores e usuários nos ajudam também, como se o MB fosse deles, e isso nos traz muita satisfação, em ver que um projeto que começou como uma idéia minha e do Luiz Du se transformou em uma pequena comunidade de entusiastas e profissionais da área de tecnologia.

O nosso objetivo agora é (1) consertar e aprimorar as áreas que ainda estão fracas e (2) focar no conteúdo. Nós não queremos investir nosso tempo em ficar resolvendo problemas técnicos. Queremos trazer conteúdo relevante para vocês.

Agradeço a todos que nos acompanham há tantos anos e nos apóiam.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários