Mesmo com boas vendas, Heavenly Sword não se pagou

É comum acreditarmos que se um jogo vendeu mais de um milhão de cópias, seu custo foi pago e se pegássemos um título que passou essa marca, mesmo tendo sido lançado perto do lançamento de um console e sendo exclusivo, era de se imaginar que a produtora estivesse bastante satisfeita, mas não é o caso da Ninja Theory.

Depois de afirmar que como um estúdio independente eles teriam que desenvolver para mais de uma plataforma para se manterem financeiramente saudáveis, o co-fundador da empresa, Tameem Antoniades, disse que mesmo com as boas vendas, Heavenly Sword não lhes deu lucro.

É difícil. Heavenly Sword saiu no início do PS3 e vendemos, acho, um milhão e meio de cópias e não foi o suficiente, como um estúdio independente, para igualar o investimento. As editoras potencialmente ‘empatam’ neste ponto, mas as produtoras não.”

Mesmo sendo um ótimo jogo, com boa jogabilidade e gráficos acima da maioria dos títulos lançados na sua época, é difícil acreditar que ele poderia ter tido números melhores. Só acho triste saber que algo com tanta qualidade nem mesmo pagou o custo de produção e que muitas pessoas que clamaram por tanto tempo pelo terceiro God of War não deram uma chance à aventura de Nariko.

dori_hea_29.03.10

[via CVG]

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar