Home » Hardware e periféricos » Samsung demonstra novo display OLED flexível e "inquebrável"

Samsung demonstra novo display OLED flexível e "inquebrável"

Novo display OLED da Samsung certificado pela UL (ex-Underwriters Laboratories) é bastante flexível, porém altamente resistente; ainda não há previsão de quando o componente começará a ser instalado em novos produtos.

1 ano atrás

A Samsung é uma das principais fornecedoras de telas para smartphones do mercado, e atualmente é a fabricante das telas AMOLED que equipam o iPhone X (e embolsa uma boa grana no processo). Parte do sucesso vem da excelência em produzir componentes de qualidade e de forçar a inovação, ainda que nem sempre as novidades vinguem, como aconteceu com as telas transparentes.

A companhia sul-coreana também bate cabeça há anos para viabilizar telas flexíveis, de modo que elas se permitam ser utilizadas em vários form factors (como a promessa do smartphone dobrável) mas continuem confiáveis e resistentes. Na maioria das vezes é possível escolher uma ou outra característica, mas não as duas ao mesmo tempo.

Pelo menos até agora. Nesta quarta-feira (25) a Samsung demonstrou seu novo componente, uma tela OLED para smartphones que é revestida com um novo substrato plástico, que emula as propriedades de resistência do vidro mantendo toda a flexibilidade de outros displays comuns. O componente foi certificado pela UL (antiga Underwriters Laboratories), um órgão oficial do Departamento de Segurança dos Estados Unidos que atestou sua durabilidade.

A Samsung afirma que o novo display é virtualmente inquebrável, e nos testes a que foi submetido ele saiu ilesa de 26 quedas consecutivas de 1,2 m de altura (e uma a 1,8 m) e a variações de temperatura extremas, entre 71º C e -32º C. No vídeo abaixo a japinha martela o display sem dó, que não sofre um arranhão:

Segundo a Samsung, o novo display OLED foi desenvolvido majoritariamente para smartphones mas pode vir a ser instalado em tablets, consoles portáteis, dispositivos para uso militar, telas automotivas e vários outros produtos. A fabricante ainda não iniciou a produção em massa do componente, logo ainda não há uma previsão de quando os primeiros dispositivos com a tecnologia chegarão ao mercado consumidor.

Sabe-se que a Samsung está desenvolvendo um smartphone dobrável há anos (que pode nem vir a ser o Galaxy X; rumores apontam que tal nomenclatura será reservada para um dispositivo gamer), logo há a possibilidade de que esta seja a tecnologia que o coreanos vão embarcar no aparelho se ele vier mesmo a ser lançado um dia.

Com informações: Samsung.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários