Meio Bit

Microsoft lança o Surface Go, um tablet Windows 10 S por US$ 399

A Microsoft apresenta o Surface Go, uma versão mais acessível de sua linha de tablets com processador Pentium Gold e Windows 10 S; proposta é concorrer diretamente com o iPad.

A Microsoft revelou nesta segunda-feira (09) o Surface Go, uma solução híbrida para usuários que desejam um equipamento para lazer e trabalho com toda a versatilidade de um Windows completo, mas a portabilidade de um tablet e um preço atraente, o que o torna uma opção interessante ao iPad.

A família Surface contava até então com uma série de dispositivos poderosos, desde o Surface Pro 4 e Surface Book ao Surface Studio. O problema é que todos eles são bastante caros, e embora as soluções móveis vendam razoavelmente bem elas não fazem nem cócegas na Apple, que ainda domina o mercado de tablets com a linha iPad, sejam os Pro para aplicações pesadas ou o básico, hoje voltado para estudantes.

O Surface Go é um meio-termo: não tão potente quanto seus irmãos, mas plenamente capaz de rodar um sistema operacional para desktop completo e por isso, oferece mais opções principalmente para estudantes e profissionais, que querem algo próximo do iPad em portabilidade mas que seja mais versátil.

As configurações são as seguintes:

A Microsoft ressalta a capacidade do Surface Go rodar Windows 10 S, o que faz dele uma máquina desktop completa e compatível com toda a gama de aplicativos lançados através da plataforma UWP (antiga Modern). Claro, se o usuário desejar ele poderá migrar para a versão completa sem custo adicional, passando ser possível rodar programas Win32/.NET e navegar através de seu browser preferido (no modo S o Microsoft Edge é o único disponível).

A intenção aqui é bater de frente com o iPad, especificamente o modelo básico ao oferecer uma solução "2 em 1" que pode ser utilizada como um tablet nas horas de lazer, ou um notebook para tarefas escolares e produção (sem surpresa, é um produto Microsoft desenvolvido primeiramente para usuários corporativos) e para isso há os acessórios: temos o teclado Type Cover, o modelo simples e o Signature, que oferece mais conforto e melhor performance; a novidade é o Surface Mobile Mouse, que se conecta via Bluetooth e é indicado para quando o usuário precisar de maior precisão, e o trackpad do teclado não for suficiente.

E claro, o Surface Go já possui total compatibilidade com a Surface Pen e a rodinha do mal Surface Dial.

Preços e disponibilidade

O Surface Go com 4 GB de RAM e 64 GB de espaço interno será vendido por US$ 399, enquanto o modelo com 8 GB de RAM e 128 GB possui preço sugerido de US$ 549 (a Microsoft pretende lançar uma versão com 256 GB e 4G/LTE até o fim do ano); o teclado Type Cover custará US$ 99 e a versão Signature, que possui maior espaçamento entre as teclas e um melhor mecanismo sairá por US$ 129. Por fim o Surface Mouse custará US$ 34,99 e a Surface Pen permanece US$ 99.

A pré-venda começa nesta terça-feira (10) nos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Reino Unido, Irlanda, França, Alemanha, Áustria, Bélgica, Luxemburgo, Holanda, Suíça, Dinamarca, Finlândia, Noruega, Suécia, Polônia, Itália, Portugal e Espanha, com o início das entregas previsto para 02 de agosto; Japão, Cingapura, Coreia do Sul, Taiwan, Malásia, Tailândia, Hong Kong e China serão os próximos países a receberem o produto.

A Microsoft informa que mais mercados serão incluídos na lista no futuro, mas se levarmos em conta o histórico, as chances do Surface Go ser lançado no Brasil tendem a zero.

Com informações: Microsoft, Ars Technica, The Verge.