Games, Red Shell e a invasão de privacidade

Qualquer pessoa que já tenha jogado algum capítulo da série Mario Kart sabe o desespero que é ter um casco vermelho no seu encalço. Conhecido por perseguir impiedosamente o seu alvo, uma empresa resolveu batizar o seu produto com o nome de Red Shell e agora sabemos que talvez eles não pudessem ter feito uma escolha melhor.

Descoberto pelo pessoal do Reddit, o programa está presente numa grande quantidade de jogos e o que ele supostamente faz é rastrear tudo o que fazemos na internet, mesmo quando não estamos jogando. De acordo com os criadores, com isso eles poderiam oferecer dados às desenvolvedoras sobre a efetividade das suas campanhas de marketing, mas evidentemente a história não caiu bem.

Embora alegue que nomes, emails e endereços físicos não sejam coletados, o programa tem retido pelo menos informações como o navegador que utilizamos, o sistema operacional e o IP da nossa máquina, sendo o suficiente para despertar a ira dos jogadores.

A Red Shell por sua vez se defendeu dizendo que algumas pessoas estão descaracterizando o programa e que tudo não passa de um mal entendido:

Nós somos jogadores. Amamos jogos,declarou Adam Lieb, fundador da companhia. “Fazemos o que fazemos porque amamos trabalhar com desenvolvedoras de jogos para ajudá-las a fazer seus seus games crescerem e construir comunidades. A última coisa que queremos é fazer algo que acabe irritando suas comunidades. Coletamos a menor quantidade de dados necessários para fazer a atribuição. Os nossos consumidores confiam em nós para lhes dizermos quais atividades em que estão engajados funcionam e quais não. Qualquer informação que não nos ajude a fazer essas combinações nós não coletamos.

Para algumas pessoas, a prática não seria muito diferente da utilização de cookies em websites, mas o fato é que as reclamações foram suficientes para chamar a atenção de diversas desenvolvedoras e editoras, e se antes jogos como The Elder Scrolls Online, Conan Exiles, Total War e Warhammer: Vermintide contavam com o que muitos consideram um spyware, hoje tais títulos já estão livres do indesejado programa.

Talvez o que mais incomodou os jogadores é o fato deles nunca terem sido avisados sobre esta coleta de dados e se você quer tentar se proteger, uma boa ideia seria bloquear o acesso aos seguinte endereços: redshell.io, api.redshell.io, treasuredata.com e in.treasuredata.com.

Já para saber quais jogos estão livres do Red Shell e em quais ele ainda está presente, deixarei duas listas com estas informações. Porém, o ideal é que você acompanhe esse tópico, onde as informações estão sendo atualizadas a todo momento e onde temos links para as declarações de cada empresa envolvida na história.

Jogos que usavam o Red Shell e que removeram ou prometeram remover o programa:

Jogos que continuam utilizando o Red Shell, de acordo com relatos da comunidade:

  • Civilization VI
  • Guardians of Ember (editora removida do  Steam)
  • The Onion Knights (editora removida do Steam)
  • Heroine Anthem Zero,
  • Warhammer 40k Eternal Crusade
  • Krosmaga
  • Eternal Card Game
  • Sniper Ghost Warrior 3
  • Astro Boy: Edge of Time
  • Cabals: Card Blitz
  • CityBattle | Virtual Earth
  • Doodle God
  • Doodle God Blitz
  • Doodle God: Genesis Secrets
  • Labyrinth
  • My Free Farm 2
  • NosTale
  • RockShot
  • Shadowverse
  • SOS & SOS Classic
  • SoulWorker
  • Stonies
  • War Robots
  • Survived By
  • Injustice 2
  • Warriors: Rise to Glory!
  • League of Pirates
  • Archangel: Hellfire
  • Skyworld

Fonte: Polygon.

Relacionados: , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar