Fãs malucos criam campanha para refazer Star Wars, Os Últimos Jedi

Chewie e um porg na Millennium Falcon

Um bando de desocupados resolveu lançar uma campanha de crowdfunding para fazer um remake de Star Wars, Os Últimos Jedi. Poderia ser o roteiro de um filme B engraçado, mas é realidade, alguém realmente parou para fazer esse tipo de coisa.

O mais curioso é que no primeiro tweet de convocação (não vou colocar o link aqui), eles marcam não só o perfil oficial da Disney, mas também o perfil pessoal do CEO Robert Iger, poupando assim aos advogados da empresa o trabalho de descobrirem esta besteirada por conta própria.

O texto inteiro é uma pérola de idiotices e sandices, como “nós vamos consultar diretamente os fãs de Star Wars ao longo da escrita do roteiro do remake de Os Últimos Jedi, e o plano é fazer uma versão do filme que seja o mais próxima possível do que é universalmente aceitável.”

Isso é errado de tantas formas, mas a pior delas é achar que a Disney vai topar que se levante dinheiro para criar uma nova versão do filme que ela tem os direitos sem antes processar Deus e o diabo e quem mais aparecer no meio do caminho. Se a Disney já não é boazinha com salas de cinema, que dirá com fãs doidos que querem refazer um de seus filmes mais lucrativos?

Luke Skywalker em Os Últimos Jedi

Gostem ou não os fãs, os direitos de Star Wars são da Disney, que contratou o Rian Johnson para escrever o roteiro e deu liberdade a ele para fazer o que quiser. O fã pode não gostar da visão do diretor e roteirista, mas daí a dizer que um filme “estragou a sua infância”, ameaçar atores, fazer uma campanha para retirar o filme do cânone da saga ou esse papelão do crowdfunding, eu acho bizarro.

No final das contas, mesmo com furos de roteiro, o episódio 8 gerou um imenso lucro para a Disney, além de dar continuidade a história de Rey, Finn e Poe, que era a sua missão básica. Eu até entendo quem não gostou de Star Wars, Os Últimos Jedi, eu gostei, mas certamente não é um filme fácil, embora tenha seus ótimos momentos, o que não consigo compreender são pessoas que se julgam donos da franquia. Nenhum fã é dono da obra, ninguém pagou bilhões de dólares ao George Lucas além da The Walt Disney Company.

Enquanto a Lucasfilm/Disney está lidando com seus próprios problemas, o diretor Rian Johnson reagiu de forma muito bem humorada ao tweet, pedindo por favor para que façam mesmo isso. Eu fico só pensando na turma de advogados que a Disney certamente já está preparando para devorarem esses fãs malucos nos tribunais.

Antes de terminar, queria relembrar os bons tempos em que os fãs de Star Wars se reuniam com um propósito decente.

Relacionados: , , ,

Autor: Nick Ellis

Nick Ellis é autor do Meio Bit, Digital Drops e Blog de Brinquedo.

Compartilhar