Home » Fotografia » pixl-latr – uma ajuda para sua fotografia 35mm

pixl-latr – uma ajuda para sua fotografia 35mm

O pixl-latr é um acessório que está sendo oferecido via projeto do Kickstarter e promete ajudar na digitalização de negativos 35mm, 120mm e até 5x4. Uma possibilidade interessante.

26 semanas atrás

Em 1995 eu decidi que iria ser um fotógrafo de imagens em preto e branco e me responsabilizar por todo o processo. Nada mais fácil do que essa decisão. O mais importante (na minha cabeça) eu já possuía: câmeras de fotografia mecânicas. Claro, já que vamos fotografar em preto e branco tem que ser da maneira mais raíz possível. Consegui os rolos de filme com um distribuidor de Londrina-PR. Os produtos químicos vieram de São Paulo. Bandejas, pinças, estufas, tanque de inox para revelação de filme 35mm com 2 carretéis, extrator de filme, termômetro e um ampliador foram comprados de segunda mão. Depois foi só pintar as janelas do banheiro para deixar tudo escuro e colocar a luz vermelha. A última parte foi encontrar o papel fotográfico Kodak.

Investimento monstro (para a época) para garantir algumas horas de diversão e colocar em prática uma tonelada de conhecimento teórico. Apanhei muito, mas consegui dominar tudo aquilo. Sinto saudade? Nem um pouco. Talvez uma nostalgia. As coisas estão todas aqui pegando poeira em caixas, mas penso em todo o trampo necessário para brincar com o equipamento. Mas, tem gente atualmente que não pensa assim.

Existe uma quantidade inacreditável de pessoas que estão abraçando a fotografia “analógica”. Câmeras instantâneas, tipo Polaroid, aparecem em todos os cantos. Novos filmes são lançados todo mês e alguns clássicos estão sendo ressuscitados pelos fabricantes. Câmeras fotográficas de filme são vendidas por preços bem salgados na internet e papeis e químicos para revelação estão de volta ao mercado. Alguns apontam que a maior parte dos apreciadores dessa fotografia são pessoas que não viveram a era do filme. Gente que já começou na fotografia digital e agora está descobrindo a diversão de fotografar com apenas 36 poses.

Porém, o gasto é grande. Filmes de boa qualidade são caros, revelação de boa qualidade é cara e a cópia em papel também não sai barato. Uma possibilidade barateamento do processo é eliminar a impressão em papel e partir para a digitalização do negativo. A maior parte dos minilabs digitais fazem uma boa digitalização do negativo, mas isso também custa um valor considerável. A solução é fazer em casa. Existem  opções tecnológicas oficiais e gambiarras utilizando sua câmera fotográfica digital, ou mesmo a câmera do smartphone. Porém, o pixl-latr é uma união dos dois.

Tudo bem, é um projeto do Kickstarter, mas não é nada absurdamente tecnológico que tem aquele perigo de não ser entregue pelos idealizadores. É apenas a transformação de uma gambiarra conhecida (que era feita com caixas de papelão e papel vegetal) em algo produzido em processo industrial. E ficou muito mais bonito e prático. O pixl-latr é uma superfície branca difusora com uma moldura e suporte de plástico que pode ser adaptado para fotografar negativos de 35mm, 120mm (até 6×12) e até mesmo filme em folha 5×4.

Utilizar é muito fácil. É só prender o filme no suporte, jogar uma luz na parte de trás e e fotografar o negativo com sua câmera DSLR, câmera compacta ou até com o smartphone. Acho que a grande vantagem do suporte, em relação às gambiarras, é que o negativo fica bem preso ao fundo, sem curvas na superfície. Cada unidade do pixl-latr está custando entre 23 e 33 Euros, dependendo da versão. A meta para produção do produto já foi ultrapassada e a promessa de entrega é para agosto de 2018. Eu admito que fiquei com vontade de ter um.

página do kickstarter existe um vídeo bem interessante sobre o produto. Infelizmente não consegui compartilhar o vídeo aqui na página.

relacionados


Comentários