Home » Games » Sony » E a Sony segue ignorando os pedidos de cross-play

E a Sony segue ignorando os pedidos de cross-play

Falta de cross-play do Fortnite entre o PS4 e o Switch faz com que os jogadores encham a Sony de reclamações e mesmo após as ações da empresa caírem, fabricante segue resistindo aos pedidos.

44 semanas atrás

Um dos grandes anúncios desta E3 foi a confirmação de que o Nintendo Switch receberia uma versão do Fortnite. Poder jogar a criação da Epic no híbrido era algo que muito desejavam e a notícia se tornou ainda melhor ao sabermos que haveria partidas com quem estivessem no PC, Xbox One e mobile.

O que desagradou muita gente foi o fato de que além de não haver cross-play com o PlayStation 4, quem vinculou a sua conta da desenvolvedora ao console da Sony está impedido de aproveitá-la no Switch. A prática gerou uma onda de revolta nas redes sociais e por se tratar de um dos títulos mais populares da indústria, estima-se que as críticas fizeram com que as ações da Sony tenham caído 2% nos últimos dias.

Era preciso então que a fabricante tomasse uma atitude e ela veio na forma de um comunicado que sinceramente, era melhor que nem tivesse sido emitido. Veja o que ele diz:

Estamos sempre abertos a ouvir o que a comunidade PlayStation está interessada para melhorar a sua experiência de jogo. Com mais de 80 milhões de usuários ativos mensalmente na PlayStation Network, nós construímos uma enorme comunidade de jogadores que podem jogar juntos no Fortnite e em todos os jogos online. Nós também oferecemos suporte a cross-play com o PC e dispositivos iOS e Android, expandindo a oportunidade dos fãs no PS4 jogarem com mais jogadores em outras plataformas. Não temos nada mais a adicionar além deste ponto.

Ou seja, a resposta protocolar de quem está liderando a geração e que enxerga na abertura da sua plataforma para partidas com outros consoles uma possibilidade de perder (ou deixar de ganhar) usuários. Ao que tudo indica, com essa mensagem a empresa espera que a poeira baixe e tudo volte a ser como antes, sem que eles cedam às súplicas dos jogadores.

O que torna a situação muito pior no caso do Fortnite é não podermos aproveitar no Switch o progresso que já fizemos no PlayStation 4 e não há como lamentar essa postura da Sony de bloquear até o save dos jogadores. Eu até posso entender o medo da fabricante em permitir partidas com outros consoles, mas nos obrigar a criar outra conta para jogarmos no Switch?

O curioso nisso tudo é ver que até a Nintendo, empresa sempre apontada como retrógrada e fechada em vários sentidos, tem advogado a favor do cross-play. Veja por exemplo o que disse Reggie Fils-Aime sobre o assunto:

Para ser justo, existem três coisas acontecendo. Você tem companhias como a minha, que encorajam e disponibilizam o cross-play. Você tem a desenvolvedora e os donos de conteúdos que querem o cross-play e você tem os outros donos de plataforma e é isso que eles fazem. E quando se trata dos donos de plataformas, por mais que você tenha influência sobre eles, eu não tenho. E essa é uma decisão que cada um deles tem tomado e alguns estão apoiando o cross-play, outros não.

Com isso a Nintendo faz o que várias desenvolvedoras fizeram ultimamente, que é deixar claro que se um jogo não possui multiplayer com o PlayStation 4, é pura e exclusivamente por causa da Sony. Resta saber se esta pressão será suficiente para fazer oa casa do PlayStation mude de opinião, mas enquanto isso não acontece, a Sony segue no seu cantinho fazendo algo bastante perigoso, que é bater de frente com o desejo do consumidor e correr um sério de risco de ter a sua imagem arranhada.

Fonte: BBC.

relacionados


Comentários