Google revela: aquele dongle 4K com Android TV é na verdade um kit de desenvolvimento

Fim do mistério. O Google confirmou durante a conferência I/O 2018 a existência de um dongle 4K com Android TV, chamado oficialmente ADT-2 que muitos acreditavam ser a evolução natural do Chromecast, mas a empresa jogou um balde de água fria em todo mundo: o acessório é apenas um kit de desenvolvimento e não será disponibilizado ao grande público.

Até então sabia-se que o dongle era real, já que ele fora homologado pela FCC (Federal Communications Commission) no mês passado; o hardware é composto por um SoC S905X da Amilogic, quad-core Cortex-A53 com clock entre 1,5 e 2 GHz, 2 GB de RAM, 8 GB de armazenamento interno, compatibilidade com codecs H.265 e VP9, suporte a HDR, Bluetooth 4.1 e Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac e é capaz de executar conteúdo em 2160p a 60 fps, com o acréscimo de um controle remoto dedicado, que adiciona funções da Google Assistant. Ele é montado pela chinesa Shenzhen SEI Robotics Co. Ltd., o que não é de todo estranho: os fones de ouvido Pixel Buds são manufaurados pela Weifang Goertek Electronics.

A existência do ADT-2 apontava para a possibilidade do Google promover uma esperada evolução da linha Chromecast, com os dongles deixando de ser dispositivos exclusivamente para espelhamento de conteúdo e se tornando set-top boxes completas, com a capacidade de instalar apps e funcionar sem um smartphone. Porém a companhia revelou não ter intenções de comercializar o acessório, e ele é voltado exclusivamente para desenvolvedores que desejam criar apps para a plataforma Android TV.

Como as equipes Android TV e Chromecast são separadas, é pouco provável que ele venha a se tornar um sucessor do dongle no futuro; por outro lado ele também não deverá ser lançado como um novo dispositivo Nexus, já que a marca foi descontinuada em prol da linha Pixel e o último filhote, o Nexus Player recentemente deixou de receber atualizações. Em suma, a estratégia do Google para a sala de estar permanece com o Android TV embarcado em TVs e set-top boxes de terceiros, enquanto vende o Chromecast como uma solução mais simples.

Os participantes do Google I/O 2018 receberão o ADT-2, mas se você é um desenvolvedor e não compareceu pode se inscrever neste formulário, de modo a solicitar uma unidade ao Google; porém o acesso é bastante restrito e ele não será despachado para todos os países.

Enquanto isso, a segunda geração do Chromecast passou por uma atualização e as próximas unidades comercializadas serão compatíveis com Bluetooth, provavelmente para o pareamento de periféricos como fones de ouvido.

Fonte: Android Police.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar