Câmeras fotográficas recondicionadas

Já falamos sobre esse tema, mas é sempre bom relembrar uma coisa que engana muitos brasileiros, principalmente quem compra aquela câmera com preço bacana no Mercado Livre ou diretamente do Paraguai. Câmeras recondicionadas, ou refurbished, são equipamentos que tiveram que voltar à fábrica, passaram por uma revisão, foram testadas, e voltaram ao mercado com embalagem diferenciada e um preço, geralmente, 20% menor do que a câmera que não é recondicionada.

O pessoal do Nikon Rumours voltou ao assunto ao mostrar o “código secreto” utilizado pela Nikon para identificar suas câmeras e lentes recondicionadas. Você pode notar pelas imagens abaixo que a empresa marca um furo antes e um depois do número de série do equipamento. Isso serve tanto para câmeras quanto para lentes e flash. A Canon também marca fisicamente as câmeras com um furo na etiqueta do número de série.

A marmotagem não é a existência desse tipo de equipamento, mas sim alguns vendedores oferecerem esses produtos sem avisar dessa particularidade. Existem diversos equipamentos eletrônicos que são vendidos com o selo de recondicionado. São aparelhos que foram vendidos e apresentaram problemas nos primeiros dias de uso e retornaram à fábrica, ou nem saíram da fábrica, pois foram barrados no teste de qualidade das empresas. E também temos que lembrar dos países onde a Lei do Consumidor garante a devolução de um produto com poucos dias de uso independente de ele estar funcionando bem. Esses equipamentos não podem ser vendidos novamente e retornam à fábrica para revisão e nova embalagem.

Os equipamentos recondicionados são colocados em caixas diferenciadas, da cor branca (Fuji e Canon) ou cinza. Na caixa é marcado com uma etiqueta o código de barra do equipamento e junto vai a letra R. Na câmera é feito aquela marca física junto a etiqueta. Câmeras recondicionadas não são ruins, elas apenas tiveram que voltar à fábrica para revisão (por conta dos motivos acima) e são vendidas com garantia do fabricante por um preço mais camarada.

O que acontece no nosso Brasil (e em outros mercados) é que o vendedor não avisa que se trata de uma câmera recondicionada e acaba vendendo pelo preço de uma que não é. Outra coisa muito comum são os vendedores que trazem direto do Paraguai e retiram o equipamento da caixa original e dizem que assim é mais fácil de passar pela fronteira. Como a caixa é o primeiro indicativo de uma câmera recondicionada, o comprador acaba sendo enganado.

Eu sempre compro equipamentos via Mercado Livre. Mas, eu sempre deixo claro na negociação que eu sei reconhecer uma câmera recondicionada e que quero saber exatamente o que estou comprando.  Infelizmente não é possível confiar nas pessoas, você precisa se preparar para uma compra tão importante quanto uma câmera fotográfica e saber os riscos envolvidos.

 

Relacionados: , , ,

Autor: Gilson Lorenti

Geógrafo de formação e fotógrafo de coração, comecei a fotografar com 18 anos de idade (antes disso nunca tinha pegado uma câmera na mão). Depois de muito estudo veio a carreira profissional que passou por várias modalidades da fotografia até realmente descobrir o que gosto de fazer. Hoje me dedico ao ensino de fotografia, fotografia Fine Art e Books Fotográficos (gestante, moda, sensual). Tomando emprestado as famosas palavras de Ansel Adams "Quando as fotografias não forem mais suficientes, me contentarei com o silêncio".

Compartilhar