Apple Pay chega hoje ao Brasil, a princípio apenas para clientes Itaú

Promessa é dívida: o Apple Pay, sistema de pagamentos digitais da Apple foi oficialmente lançado no Brasil nesta quarta-feira (04), a princípio apenas para clientes Itaú mas permitindo que correntistas do banco possam utilizar seus iGadgets para pagar suas compras em qualquer lugar.

Num primeiro momento o serviço, que enfrentará a concorrência de outros já estabelecidos como o Samsung Pay e o Google Pay é bastante restrito, e embora seja compatível apenas com os cartões do banco Itaú não faz distinção de modalidades de conta ou tipos de cartões, todos os clientes poderão utilizar o serviço: o Apple Pay reconhece cartões Itaú Nacional, Internacional, Gold, Platinum, Black e Infinite, sejam de bandeiras Visa ou MasterCard.

Curiosamente, o Itaú era listado como uma das primeiras instituições financeiras a fecharem parcerias com Samsung e Google para a inclusão de seus cartões nos serviços de ambas, mas a compatibilidade nunca foi inserida e para todos os efeitos, é possível que o banco tenha posteriormente fechado um acordo de exclusividade com a Apple.

Ambas as partes não comentam o assunto, mas é bem provável que o Itaú esteja utilizando o Apple Pay para atrair novos correntistas (preferencialmente os de maior poder aquisitivo, como são os consumidores da Apple no Brasil) para si. De qualquer forma, a chegada do serviço ainda que de forma limitada deverá atrair outros bancos que não deverão demorar para adequar seus sistemas, de modo a oferecer opções para seus clientes. Quanto à possibilidade do Itaú chegar um dia ao Google Pay e Samsung Pay, é difícil dizer.

Para utilizar o Apple Pay, o cliente Itaú deverá escanear seu cartão no app Wallet e seguir as orientações do sistema para o desbloqueio do mesmo, ligando o pagamento digital à sua impressão digital já cadastrada no Touch ID ou a face no Face ID, no caso do iPhone X.

Uma vez escaneado o cartão e armazenado, é possível fazer compras nos estabelecimentos credenciados ou solicitando pela opção Apple Pay (e torcendo para que os atendentes estejam cientes da novidade, because Brasil), ou localizando o símbolo de pagamento por aproximação. Desnecessário dizer que se seu iGadget não tiver opções de autenticação por Touch ID ou Face ID, nada feito.

apple-pay-003

É possível também fazer pagamentos online, com uma série de parceiros já habilitados como Peixe Urbano, iFood, Fast Shop, Fnac e Starbucks, entre outros. Você pode também utilizar seu Mac e autorizar o pagamento pelo Safari, desde que utilizando um iGadget como autenticador; claro, se você possuir o MacBook Pro com Touch Bar é desnecessário o uso de outros dispositivos.

Para incentivar a adoção, o Itaú fechou parcerias com algumas serviços que oferecerão vantagens para os clientes que optarem pagar com o Apple Pay:

  • a rede The Fifties oferecerá uma sobremesa gratuita;
  • os clientes Mais do Pão de Açúcar ganharão uma sacola retornável nas compras acima de R$ 50,00;
  • o programa Sempre Presente dará 1.000 pontos na primeira transação completada.

O Apple Pay é compatível com todos os iPhones a partir do 6/6 Plus, iPads a partir do Air 2 e mini 3 (incluindo a linha iPad Pro), todos os Apple Watches e Macs produzidos a partir de 2012.

Relacionados: , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar