Home » Games » Miscelâneas » Porque o Warframe perdeu um “caça-níqueis extremamente lucrativo”

Porque o Warframe perdeu um “caça-níqueis extremamente lucrativo”

Muitos antes da discussão sobre microtransações e loot boxes, o free-to-play Warframe chegou a recebeu um recurso que funcionava como uma máquina caça-níqueis, mas que foi deixada de lado logo após as sua implementação.

2 anos atrás

Um dos melhores exemplos de como jogos como serviço devem funcionar, ao longo dos anos o Warframe conquistou muitos admiradores justamente por ter conseguido evoluir em quase todos os aspectos. Porém, uma das características mais elogiadas na criação da Digital Extremes é a maneira como o seu modelo de negócios funciona, sem passar a sensação de que seremos explorados por se tratar de um free-to-play.

Numa época em que as microtransações tem sido tão criticadas nos jogos, o que muitos não sabem é que o Warframe chegou a contar com um recurso que funcionaria como um caça-níqueis, mas surpreendentemente foi abandonado logo após começar a funcionar.

Quem explicou o motivo do estúdio ter desistido da ideia foi Sheldon Carter, gerente geral da desenvolvedora, ao participar de um documentário sobre a criação do título.

Quando surgimos com os Kubrows [seres parecidos com cachorros que servem como pets], queríamos que as pessoas pudessem mudar a cor e o padrão de pelagem deles. Você poderia apertar um botão e gastar Platinum, poderia mudar a cor. Então você poderia tirar um print disso e poderia trocar com alguém. Estávamos tentando criar uma maneira para vocês terem algo legal e então compartilhar isso com os amigos. E então vimos um cara apertar o botão 200 vezes e ficamos tipo ‘Oh, meu querido Deus, o que foi que fizemos? Nós criamos uma máquina caça-níqueis.’ Então, levou um dia e meio para a tirarmos do ar.

Como os padrões e cores eram liberados aleatoriamente e usando a moeda do jogo que é adquirida com dinheiro real, o que a Digital Extremes havia implementado no Warframe é o que temos hoje em dia com as loot boxes. O mais interessante neste caso é que embora Carter admita que o recurso era muito lucrativo, aquela não era intenção deles e por isso optaram por mudá-la.

Eu não serei inocente aqui dizendo que o estúdio estava apenas cuidando dos nossos bolsos, pois muito provavelmente eles perceberam que logo começaria a chover críticas à empresa. O que me espanta no entanto é notar que várias outras companhias muito maiores só terem se dado conta disso após virarem alvos de ataques.

Quanto ao Warframe, hoje o jogo conta com mais de 38 milhões de jogadores registrados, com boa parte deles tendo muitos elogios a fazer e que na minha opinião, são mais do que merecidos.

relacionados


Comentários