Samsung lança novo notebook e HMD da linha Odyssey no Brasil

Em evento realizado nesta terça-feira (13) em São Paulo, a Samsung expandiu a linha Odyssey no mercado brasileiro com um novo notebook gamer, com configurações atualizadas e o Odyssey HMD, seu headset de Realidade Mista compatível com a tecnologia Windows Mixed Reality da Microsoft.

A variante do notebook gamer da Samsung é basicamente o mesmo modelo lançado em 2017, com o processador Intel Core i7-7700HQ, quad-core com clock de 2,8 GHz (3,8 GHz via TTurboBoost) e 6 MB de cache, 8 GB de RAM DDR4 e HD de 1 TB, porém a novidade reside na GPU: sai a GTX 1050 da nVidia e entra a GTX 1060, com 6 GB de RAM GDDR5.

A modificação da placa foi necessária para permitir que o novo Odyssey seja plenamente compatível com conteúdos em Realidade Virtual, de modo que ele é completamente compatível com o outro lançamento da Samsung. A bateria também ganhou mais poder de fogo, com quatro células e 66 Wh e a câmera agora é de 480p, não mais aquela aberração VGA.

Por fim, o belo display AMOLED de 15,6 polegadas conta com resolução Full HD e brilho de 250 nits, oferecendo uma imagem bem definida e melhor contraste.

Agora falemos do Odyssey HMD, a grande novidade. Sobre a tecnologia da Microsoft em primeiro lugar, ela é uma abordagem semelhante ao Hololens e não chega nem a ser Realidade Virtual (em que você vê outros ambientes) ou Realidade Aumentada (uma expansão da realidade com a inserção de informações virtuais); em Realidade Mista, você pode combinar elementos de ambas como o mundo real da RA, elementos virtuais da RV e ancora-los, tornando possível a manipulação dos mesmos.

A marca Windows Mixed Reality é a terceirização da tecnologia embarcada no Hololens, para que parceiros possam lançar seus próprios headsets de Realidade Mista como a ASUS por exemplo; outras como Lenovo, Acer, HP e Dell também mantém acordos com a Microsoft mas segundo especialistas, foi a Samsung que até o momento apresentou os melhores resultados.

O Samsung HMD Odyssey possui dois displays AMOLED de 3,5 polegadas que oferecem uma resolução total de 2.880 x 1.600 pixels (a título de comparação, o HTC Vive conta com “apenas” 2.160 x 1.200 pixels) e um campo de visão de 110º, além de tons negros mais profundos do que os de telas OLED e LCD; duas câmeras frontais rastreiam os movimentos da cabeça do usuário e conexões HDMI 2.0 e USB 3.0 permitem que ele seja ligado ao computador, visto que ele é feito para rodar com o Windows 10 e softwares disponíveis preferencialmente na Windows Store (o Creators Update trouxe mais conteúdo para a plataforma), mas nada impede que ele seja usado de outras formas.

Ele permite a execução de conteúdo simples para usuários casuais a partir da GPU integrada Intel 620, mas programas mais elaborados exigem no mínimo a GeForce GTX 1050 ou a AMD RX 460, em ambos os casos rodando apenas DirectX 12.

Por fim, os microfones embutidos são compatíveis com a Cortana e o sistema de som é da AKG, para imersão total e os controles, pequenos e robustos são bem confortáveis. E por se tratar de um dispositivo Windows 10 ele é compatível com a linha Xbox One é rodará conteúdos compatíveis com RV no console.


Samsung HMD Odyssey Debuts at Microsoft’s Mixed Reality Launch

Falemos dos preços: o novo notebook gamer Samsung Odyssey chega às lojas custando R$ 6.999,00; já o Samsung Odyssey HMD tem preço sugerido de R$ 3.499,00. Ambos já estão disponíveis.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar