Home » Hardware e periféricos » Rumor — “Judy”, o próximo smartphone premium da LG deverá dar as caras em junho

Rumor — “Judy”, o próximo smartphone premium da LG deverá dar as caras em junho

Fontes indicam que o próximo smartphone premium da LG, codinome “Judy” poderá ser apresentado apenas em junho; V30 receberá uma série de modificações para manter o interesse dos consumidores.

1 ano e meio atrás

judy

Não esta Judy, mas podia ser

A LG não está em sua melhor fase, os fracos resultados no mercado de dispositivos móveis premium ano após ano levaram a companhia a promover outra reestruturação na divisão, mas desta vez muito mais radical: não só o ritmo de atualizações será reduzido, deixando de apresentar novos modelos anualmente como o projeto original do G7 teria sido totalmente descartado.

Ainda assim há planos de apresentar pelo menos um modelo de ponta ainda em 2018, mesmo que a janela para a MWC 2018 tenha sido perdida. De acordo com fontes apuradas por nosso velho conhecido Evan “evleaks” Blass, a LG mantém um projeto de codinome “Judy” (é tradição na companhia identificar seus protótipos com nomes femininos antes do lançamento, assim como o Google dava nomes de peixes aos aparelhos da linha Nexus internamente) que ao que tudo indica, tem boas chances de ser apresentado em junho.

O “Judy”, diferente do que aconteceu com o LG G6 teria um hardware atual alinhado com os lançamentos mais recentes em SoCs da Qualcomm, utilizando o poderoso Snapdragon 845, um octa-core Kryo com quatro núcleos de 2,8 GHz, quatro de 1,5 GHz e GPU Adreno 630, 4 GB de memória RAM, 64 GB de armazenamento interno, além de um conjunto de câmeras duplo de 16 megapixels com um dos sensores apresentando uma abertura f/1,6 (provavelmente a outra câmera conta com uma lente Grande Angular) e com estéreo de qualidade, além de dois alto-falantes “boombox” (que é uma marca da JBL; teria sido a B&O posta de lado?), recursos de inteligência artificial na câmera, um assistente virtual próprio e carregamento wireless.

Porém, a principal característica do “Judy” seria sua tela, um display de 6,1 polegadas que abriria mão da tecnologia P-OLED e abraçaria uma nova, chamada MLCD+. Esta seria uma evolução do LCD IPS com uma matriz RGBW, adicionando um pixel branco aos tradicionais vermelhos, verdes e azuis. Isso significa que o display seria capaz de reproduzir a cor sem depender da combinação de pixels, visto que a mesma é abundante em páginas da web e entregaria uma reprodução de branco e nitidez de imagem muito maior do que as telas hoje disponíveis no mercado. Além disso a eficiência energética seria muito maior, reproduzindo um brilho de 800 nits consumindo 35% menos energia.

lg-v30-plus-launch-singapore-event

O LG V30 passará por "algumas" modificações e deverá ser lançado em mais mercados

Tudo isso no entanto não passam de rumores, visto que a única informação concreta até o momento é que a LG pretende ir devagar com o andor; ao passar os últimos anos levando surra atrás de surra da Apple e principalmente sua rival Samsung, que vende muito mais dispositivos Android de ponta a companhia sul-coreana decidiu que não mais vale a pena lançar um novo flagship por ano, e que agora só o fará “quando julgar necessário”. Assim, os novos modelos da linha G ou mesmo da super-premium V incorporariam apenas novidades significativas e chegariam às lojas com recursos se possíveis exclusivos e inovadores.

Isso não quer entretanto que a LG vai dormir no ponto. Ao que tudo indica os planos para o G7 já estavam deveras adiantados e pular o ano de 2018 não é de todo interessante, se considerarmos que o "Judy" pode incluir uma série de recursos da moda como um assistente virtual (como a Siri, a Cortana ou mesmo o Bixby, da Samsung) e recursos de IA; ao mesmo empo a empresa não pretende ficar muito tempo sem nada no mercado e anunciou recentemente que o V30, seu atual top de linha passará por algumas modificações.

Um novo modelo do smartphone, que anda sendo chamado de V30s será apresentado na MWC 2018 e ele contaria com 256 GB de armazenamento interno (tal qual a Signature Edition, disponível apenas na Pior Coreia) e algoritmos para reconhecimento de imagens, através de uma parceria com uma companhia não revelada que serão apresentados como um novo recurso chamado Vision AI. Este, tal qual o Bixby Vision presente nos modelos de ponta da Samsung oferecerá ao usuário funcionalidades como sugestões de compras, reconhecimento de objetos, leitura via OCR e dicas uso da câmera para a captura de fotos e vídeos, entre outros. O consenso é que o V30s será o test drive do Vision AI, que será introduzido no “Judy” posteriormente com pompa e circunstância.

Só nos resta aguardar para ver se a LG conseguirá reverter a situação em que se encontra.

Fonte: VentureBeat.

relacionados


Comentários