Home » Games » Rumores » Google estaria desenvolvendo um serviço de streaming de jogos

Google estaria desenvolvendo um serviço de streaming de jogos

Site afirma que o Google estaria testando um serviço de streaming de games e que a ideia seria oferecer os jogos via Chromecast ou até com um console desenvolvido pela empresa.

44 semanas atrás

chromecast

Sabe aquela ideia de oferecer jogos por streaming, com o processamento ficando nos servidores da empresa e o jogador precisando apenas de um equipamento bem mais modesto para se divertir? Ainda existe muita gente por aí defendendo que tal tecnologia não é viável e isso mesmo com companhias como a Sony e a NVIDIA já apostando pesado nela. Pois ao que tudo indica, outro grande nome parece disposto a entrar na brincadeira: o Google!

De acordo com um o site The Information, o serviço que vem sido chamado internamente como Yeti seria oferecido através de uma assinatura e para o aproveitarmos, uma maneira seria utilizando o Chromecast. Além disso, o artigo cita ainda a possibilidade da Gigante de Mountain View estar desenvolvendo um console próprio, com direito a um gamepad criado por eles e tudo.

Supostamente comandado pelo brasileiro Mario Queiroz e por Majd Bakar, respectivamente vice-presidente de produto e vice-presidente de engenharia, o projeto estaria sendo desenvolvido pelos últimos dois anos e apesar dos planos iniciais para que tivesse sido lançado em 2017, ainda não temos uma uma data exata para ele chegar ao mercado.

Algo que ajuda a reforçar a história foi a recente contratação de Phil Harrison por parte do Google. Tendo passado pela Microsoft e pela Sony, ele ainda atuou como conselheiro no quadro de executivos do Gaikai, serviço de streaming que posteriormente acabou sendo adquirido pela empresa japonesa e transformado no PlayStation Now. Atualmente Harrison responde como vice-presidente de uma divisão não especificada no Google, mas é de se imaginar que ela tenha algo a ver com jogos eletrônicos.

Contudo, por enquanto a história deve ser encarada como nada mais do que um mero rumor. Além disso, resta saber como o Google lidará com um sério problema que pode inviabilizar um serviço como esse, o lag. Ao contrário do que temos por exemplo no Netflix, com um jogo não pode haver atrasos nas respostas e é aí que reside o ceticismo das pessoas na tecnologia. Porém, não podemos ignorar o fato do Google possuir data centers em vários locais do planeta e se tanto o GeForce Now quanto o PlayStation Now já mostraram que os “games por streaming” podem funcionar, ninguém melhor que o Google para confirmar isso de uma vez por todas.

Também não me canso de citar a breve experiência que tive há vários anos com o OnLive. Naquela ocasião consegui testar o serviço com uma internet de 15 Mb/s e mesmo estando há milhares de quilômetros dos servidores da empresa, mas admito que só acredito que ele funcionava por ter visto pessoalmente. Logo, não acho nenhum absurdo pensar que o futuro da mídia pode estar mesmo no streaming e se o Google realmente resolver nos entregar jogos desta forma, este pode ser o ponto de virada que a tecnologia tanto precisa.

relacionados


Comentários