Kaz Hirai deixará o cargo de CEO da Sony em 1º de abril

kaz-hirai-2

A Sony está prestes a encerrar uma era: Kazuo “Kaz” Hirai, presidente e CEO da companhia japonesa deixará a posição na virada do ano fiscal, que se dará em 1º de abril de 2018. Ele assumirá uma posição honorífica na diretoria da gigante enquanto Kenichiro Yoshida, atual CFO da empresa assumirá o leme, e para seu lugar foi escolhido o CSO e líder da divisão mobile Hiroki Totoki.

Nos seis anos em que Hirai, executivo já emblemático por permanecer anos à frente da divisão PlayStation permaneceu no comando a Sony saiu de uma situação periclitante, em que apenas os esforços em games davam retorno financeiro e as demais só davam despesas para um cenário mais equilibrado, com o foco voltado para as iniciativas que dariam retorno mais imediato e cortou gastos desnecessários. Foi durante sua gestão que o foco em componentes foi intensificado e a divisão VAIO e de TVs foram para a cucuia, a primeira vendida e a segunda desmembrada.

Hirai teve a ajuda de Yoshida, um competente estrategista de negócios para ditar os rumos que a Sony deveria tomar para se manter viva. Remédios bastante amargos foram cogitados, inclusive a possibilidade de vender todas as divisões deficitárias e se tornar uma empresa apenas de entretenimento e seguros para ganhar liquidez. No fim, ainda que a Sony Mobile não seja lá grande coisa e só dê dor de cabeça, foi mantida: a sanha de lançamentos constantes foi controlada. Já a divisão PlayStation cresceu e aconteceu e a parceria com a Disney, que repatriou o Homem-Aranha para o MCU, foi muito bem-sucedida e financiou a retomada dos filmes de super-heróis da Sony Pictures, com Venom e outros vindo aí. Isso sem falar no sucesso absoluto de Jumanji: Bem-vindo à Selva que está quebrando recordes de bilheteria.

No comunicado em que anunciou seu afastamento do cargo de CEO, Hirai disse que Yoshida possui “a experiência e a perspectiva para guiar a Sony rumo ao futuro”. De fato, ela precisa de um comandante com visão estratégica para colher os frutos que começarão a surgir agora, plantados no período de ajustes e reavaliação da visão da empresa, de modo a estancar os sangramentos e ao menos fechar os períodos com uma saúde financeira ligeiramente melhor, viabilizando sua continuidade; o que não pode e não irá acontecer é a Sony contar com a divisão PlayStation aliviando seu lado para todo o sempre.

Fonte: The Verge.

Relacionados: , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples