Mavic Air, o drone de bolso da DJI

mavic_air_mb_1

A DJI apresentou oficialmente hoje o seu novo drone Mavic Air, que tem metade do tamanho do Mavic Pro e 41% do peso, mas conta com recursos como uma câmera 4K estabilizada com um gimbal de 3 eixos além de sete câmeras para detecção de obstáculos em 3 direções, tudo isto com 21 minutos de autonomia e um alcance de 4 km com o controle.

O Mavic Air foi todo repensado, com seus componentes no interior reduzidos ao máximo, para ele realmente ser um drone de bolso no melhor sentido da palavra. Ele mais rápido que o Mavic Pro, atingindo uma velocidade de 68,4 km/h no modo Sport, aguentando ventos de até 35 km/h e levantar e voar decolar de alturas de até 4.999 metros acima do nível do mar, ou seja, dá pra encarar o Pico da Neblina ou qualquer outro cume de montanha do Brasil numa boa.

mavic_air_controle

O controle também foi reduzido, assim você tem tudo o que precisa sem precisar levar uma mochila com equipamentos. Ele também pode ser controlado pelo seu smartphone, com um alcance de até 79 metros. O objetivo é facilitar a vida do usuário, que pode abrir o drone e começar a capturar imagens em poucos segundos.

mavic_air_mb_2

A alma de um drone é a sua câmera, e o do Mavic Air promete brilhar neste quesito, com sensor CMOS de 1/2,3 polegadas e lente com abertura f/2,8. Essa câmera tira fotos de 12 megapixels com HDR e grava vídeos estabilizados em 4K com 30 frames por segundo, além de vídeos em câmera lenta em Full HD com até 120 frames por segundo. O Mavic Air pode gerar panoramas em 360 graus em apenas 1 minuto com um simples comando. Ah, e ele também conta com 8 GB de memória interna, algo que vai agradar a quem vive com os cartões micro-SD lotados.

O sistema de autonomia de voo da DJI ganhou nova versão, e agora se chama FlightAutonomy 2.0, e funciona até em ambientes sem GPS, aumentando a segurança de todos ao seu redor. O Mavic Air também pretende ser a prova de barbeiragens do usuário, com o novo sistema APAS (Advanced Pilot Assistance Systems), que promete criar automaticamente um novo plano de voo para evitar obstáculos em tempo real.

O QuickShot é um dos recursos mais divertidos dos drones DJI, criando pequenos vídeos feitos sob medida para serem compartilhados pelas redes sociais de forma bem simples e rápida. O Mavic Air traz dois novos modos, o Asteroid, que cria um panorama esférico que se transforma em pequeno vídeo, e o Boomerang, que funciona como o próprio bumerangue, gravando um take perfeito ao seu redor.

O Smartcapture se tornou mais interativo e responsivo no Mavic Air, e agora além de fazer o drone levantar voo e pousar com a palma da mão, você pode controlar a distância do drone abrindo e fechando as palmas das duas mãos, com um alcance de até 27 metros. Mesmo com toda essa distância, ele ainda pode ser controlado por gestos.

O Mavic Air vai custar partir de US$ 799 com alguns acessórios, e a versão com 3 baterias sai por US$ 999 (preços no exterior). A DJI conta que ele vai chegar no Brasil em março deste ano. Saiba mais sobre o Mavic Air na DJI.

Via DD.

Relacionados: , ,

Autor: Nick Ellis

Nick Ellis é autor do Meio Bit, Digital Drops e Blog de Brinquedo.

Compartilhar