Home » Meio Bit » Google » Índia: Google limita acesso gratuito ao Wi-Fi em estações de trem e lança planos pagos

Índia: Google limita acesso gratuito ao Wi-Fi em estações de trem e lança planos pagos

Finja surpresa: o Google limita plano de Wi-Fi gratuito (com anúncios) em estações de trem na Índia a 30 minutos por dia; quem quiser mais e maiores velocidades terá que pagar.

48 semanas atrás

india-google-station-free-wi-fi

Wi-Fi grátis, pero no mucho

Mais um capítulo da série Não Existe Almoço Grátis: em 2016 o Google introduziu na Índia o programa Google Station, que consistia em fornecer acesso gratuito a redes Wi-Fi de alta velocidade em diversas estações do país, em parceria com a operadora estatal RailTel e com veiculação de anúncios, mas ainda assim era um serviço que muitos estavam curtindo por não envolver custos e oferecer uma boa qualidade, além de não filtrar pr0n.

Só que como afirmamos várias vezes o Google não é bonzinho, nunca foi: ainda que ofereça uma série de produtos e serviços de qualidade aos usuários, muitos sem custos envolvidos, ela vive de anúncios e dados dos usuários. E a única vantagem em relação ao Facebook é que diferente da empresa de Mark Zuckerberg, Mountain View sempre jogou limpo de que VAI vender suas informações para quem pagar.

Só que o Google Station, por ser um serviço que exige infraestrutura demanda custos, e bem altos para colocar o plano de habilitar o serviço em mais de 400 estações da Índia. Ainda que a grana de anúncios não seja pouca e o acordo com a RailTel tenha lá suas vantagens, internet rápida é cara e muitos acreditavam que tal cenário não iria durar muito tempo. E não deu outra.

google-station-no-more-free

Na última semana o Google passou a limitar o acesso gratuito do Google Station a míseros 30 minutos por dia, e uma vez estourada a franquia a velocidade é sumariamente capada. O indiano não ficará sem conexão, mas terá que se contentar a navegar de forma bastante limitada ou comprar pacotes de dados, que o Google passou a vender. Um plano que dá acesso livre, sem anúncios por 24 horas custa ₹ 19 (R$ 0,96 em valores de hoje, 15/01/2018) enquanto o pacote semanal sai por ₹ 149 (R$ 7,52).

Um porta-voz do Google, em resposta ao Gadgets 360 respondeu que a companhia está testando um formato de acesso pago ao Google Station na Índia, mas que a modalidade gratuita permanecerá sendo oferecida. A meta do Google, segundo o mesmo é de que o serviço seja auto-sustentável e que cobrar pelo acesso, em conjunto com a RailTel é “uma parte essencial do plano”, portanto o acesso como era feito até então não passava de um teste. Considerando que em 18 meses a oferta saltou de 53 para 227 estações e o plano é implementa-lo em 400 até o fim de 2018, não havia muito o que fazer.

Atualmente o Google Station só está disponível na Índia e Indonésia, mas existem planos de leva-lo a mais países emergentes, mas agora sabe-se que o acesso não será gratuito para todo o sempre.

Fonte: Gadgets 360.

relacionados


Comentários