Home » Ciência » Engenharia » Tesla Tem a Força

Tesla Tem a Força

Outro dia, outro exemplo da superioridade dos carros elétricos (decentes). Desta vez um bom samaritano resolveu ajudar um caminhão dos correios, rebocando o bicho, ladeira acima, na neve. O milagreiro? Um Tesla X.

49 semanas atrás

mcg-wont-direct-the-he-man-movie

Uma das imagens mais injustas que acompanha os carros elétricos é que são fracos e lentos, carrinhos de golfe glorificados. Isso vem do fato de historicamente só ecochatos produzirem e comprarem esses carros, mas nada está mais distante da realidade.

Motores “de verdade” são ótimos e fazem barulhos lindos, mas o torque não é linear. Ou seja: eles têm dificuldade em transformar força linear em força giratória dependendo do regime de rotações.

torquework

Já um motor elétrico, como toda criança retardada que cismei de subir na enceradeira e ligar descobre, tem torque instantâneo.

Assim que a energia começa a fluir o motor está funcionando com 100% de potência (se houver energia suficiente, claro). A aceleração depende da eficiência mecânica do resto do sistema e da inércia do carro em si. Por isso quando é projetado pra isso um carro elétrico pode ser um foguete, como Richard Hammond descobriu.

Um efeito colateral disso é que um carro elétrico é MUITO forte. Mais até do que o especificado. Um Tesla X por exemplo é certificado para rebocar 2,3 toneladas, mas a margem é imensa, como podemos ver no vídeo abaixo.

Um sujeito foi ajudar um irmão caminhoneiro Shell em dificuldades, nas piores condições possíveis: neve e numa ladeira. Resultado? Veja.


Ben Spreen — Electric Tesla Model X Pulls a Tractor Trailer Stuck in the Snow

Aqui um outro Tesla X num cabo de guerra com um Toyota Land Cruiser.


Bjørn Nyland — Tesla Model X vs Toyota Land Cruiser tug of war

Imagina que beleza deve ser um bicho desses pra fazer baliza em ladeira, se bem que é desnecessário. É um Tesla, você manda ele estacionar e o carro que se vire.

relacionados


Comentários