Carro não muito Smart, dono menos smart ainda. Resultado: cabum!

smart_car_reddit_1

O Smart é um carrinho de brinquedo que os hipsters europeus adoram, pois cabe em qualquer canto e eles se destacam da pobretada com seus Fiats 100, mesmo só tendo dois lugares, com sorte se nenhum dos dois for blogueiro.

Tecnicamente é um Mercedes, pois é fabricado pelo grupo Daimler, mas ninguém da Mercedes admitiria isso sem tortura envolvida. Como você verá nos comentários, é o carro preferido de um monte de gente que não gosta de carro, incluindo designers, e esse é o problema.

Ele foi projetado por gente que não entende muito de carros reais, e o resultado foi… explosivo.

Julie Nicklin, uma inglesa de 54 anos terminou de abastecer seu Smart. Acionou a ignição, imediatamente o motor irrompeu em chamas, enchendo a cabine de fumaça. Um sujeito próximo viu tudo, correu e arrastou Julie para fora do carro, que logo depois, no melhor estilo Hollywood, explodiu.

Entre mortos e feridos salvaram-se todos, mas o Smart deu perda total, o que não foi uma grande perda.

A causa do acidente foi logo descoberta: Julia colocou gasolina na entrada de ar do motor, mas antes que você a saia xingando de burra, veja como é o modelo de Smart dela:

rtn8l4lnceztnrb2immg

Isso mesmo. O designer JÊNEO criou um layout perfeitamente simétrico, onde de um lado é gasolina, do outro é ar. E a tampa do filtro de ar sai com facilidade, deixando no lugar… um buraco. Que cabe perfeitamente o bico de uma mangueira de combustível.

lip3

Alguém levantou a bola de que o motorista poderia se confundir, então sugeriram uma solução: escrever em alto-relevo preto sobre preto “NO FUEL” na entrada de ar. Como disse, JÊNEOS.

posts de fórum de 2010 de gente que cometeu o mesmo erro, com resultados menos catastróficos.

Mais recentemente os Smarts passaram a vir com entradas de ar em formato diferente da de combustível, pra alegria das seguradoras e tristeza dos designers, mas a grande questão é: como diabos isso foi acontecer em primeiro lugar?

Fonte: Jalopnik.

Relacionados: ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e para seu blog pessoal, o Contraditorium,

Compartilhar