Música de game não é música (?!?)

Ao conceder uma entrevista à revista Nintendo Power, Akira Yamaoka, compositor que ficou famoso por criar as  trilhas da série Silent Hill, foi questionado sobre quais músicas feitas para outros jogos que ele gosta e a resposta fui um tanto quanto surpreendente.

Eu não considero a músicas nos videogames, incluindo as do Silent Hill como ‘música’. Eu as considero mais como ‘sons’ que complementam as imagens, o jogo e o enredo para criar uma experiência de entretenimento. Então, mesmo que eu ache que criei músicas legais, se você não se e se divertir jogando o game com a música e a imagem combinadas, então eu não poderei dizer ‘Eu criei boa música’.

Infelizmente eu não possuo conhecimento suficiente na área para contradizer o mestre Yamaoka, mas tenho que admitir ter ficado muito surpreso ao ver tais palavras vindo justamente do autor de duas das faixas criadas para game que mais gosto, a Theme of Laura e a You are not here.

PS.: Por falar em Silent Hill, dona Konami, quando a senhora colocará os outros jogos da série para vender no Steam?

[via GoNintendo]

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar