Home » Internet » Patreon bane pr0n e restringe campanhas com conteúdo adulto

Patreon bane pr0n e restringe campanhas com conteúdo adulto

Crowdfunding família: o Patreon não mais permitirá campanhas de material pr0n e exige que páginas com conteúdo adulto se registrem como tal, de modo a removê-las dos resultados da busca.

2 anos atrás

payment

O Patreon tem sido uma mão na roda para artistas e criadores conseguirem monetizar seus projetos, através de planos de assinatura mensais. O usuário contribui com o que pode todo mês e dependendo do valor, tem direito a recompensas diversas estipuladas pelos criadores.

Por muito tempo o Patreon foi visto como uma das melhores maneiras para financiar produtores de conteúdo dos mais diversos tipos, de sites a podcasts, de canais do YouTube a desenhistas, artesãos e cosplayers e etc., e criadores de conteúdo pr0n também o utilizavam. Com ênfase no verbo no passado.

Isso porque o Patreon mudou as regras e agora não mais permitirá o financiamento de qualquer conteúdo que se enquadre como pornográfico, não importa o que seja: o dono ou dona da campanha não mais poderá oferecer nenhum tipo de recompensa de conteúdo explícito, seja uma arte, um vídeo, um ensaio fotográfico ou coisa que o valha. A bem da verdade a plataforma sempre se vendeu como um ambiente com conteúdos para todas as idades, se limitando recentemente a exigir que os donos de campanhas com conteúdo adulto se registrassem como tais e evitam compartilhar amostras de seu trabalho no aberto.

Isso agora mudou. Os usuários do Patreon estão proibidos de utilizar o dinheiro arrecadado para financiar empreendimentos relacionados com pr0n, independente do que sejam; da mesma forma nenhum tipo de material pr0n será permitido (o foco está em derrubar conteúdo ilegal como pedofilia, estupro, bestialismo e similares mas como é difícil separar o que é ilegal e o que é arte, decidiram que não pode nada), bem como as páginas consideradas adultas mas não explícitas, meramente sensuais ou eróticas serão removidas dos resultados de busca e só quem tem o link direto irá encontrar tais criadores. Simplesmente a empresa não quer ser associada a conteúdo adulto e pronto, os incomodados que se mudem.

O chefe do departamento legal do Patreon Colin Sullivan explicou que não é desejo da plataforma prejudicar os criadores, mas ao mesmo tempo irão manter sua política de oferecer conteúdo para todos; isso posto o site irá oferecer meios para que os produtores de conteúdo se adequem e temem manterá um canal para que questionem possíveis punições indevidas.

No entanto, quem deseja ganhar um dinheiro extra com pr0n terá que procurar outro lugar para fazê-lo, já que o Patreon não mais permitirá tal coisa.

Fonte: Patreon, aqui e aqui.

relacionados


Comentários