Microsoft enfim admite: Windows 10 Mobile MÓR-REU!

windows-10-mobile

A Microsoft enfim tirou o bode da sala. Através de uma série de tweets, o VP da divisão Windows Joe Belfiore esclareceu que a plataforma Windows 10 Mobile foi movida para o status de suporte e correção de bugs, e não receberá novos investimentos em software e hardware.

Ou sendo mais claro, morreu de vez.

O Windows 10 Mobile vivia em um limbo há pelo menos um ano. Em maio último a Microsoft vendeu a divisão de feature phones (que hoje é a HMD Global, responsável pela retomada da Nokia) e na sequência anunciou uma reestruturação massiva, que mandou uma série de profissionais do setor móvel para o olho da rua. Efetivamente a Microsoft interrompeu qualquer iniciativa interna de P&D da plataforma Windows 10 Mobile ali, movendo o foco para outras iniciativas (Windows 10 para desktop, Office, soluções corporativas, Xbox) e seguindo à risca a filosofia do CEO Satya Nadella, de cortar tudo que faz volume e não é minimamente lucrativo.

No entanto Redmond nunca havia admitido ter abandonado sua linha de smartphones… até agora. Belfiore, que tempos atrás era um grande entusiasta do Windows 10 Mobile jogou luz sobre a questão em uma série de mensagens no Twitter, respondendo a perguntas dos usuários. Ao ser indagado se era hora de mudar de sistema, o executivo respondeu que depende da situação, a Microsoft continuará dando suporte a companhias que fornecem seus dispositivos a companhias (algo que é cada vez mais raro, até a HP pulou fora e seu Elite x3 foi descontinuado).

Belfiore inclusive admitiu que trocou de plataforma móvel enquanto usuário por conta “da diversidade de apps e hardware”, mas ele foi além: quando um usuário perguntou da questão do suporte, o executivo foi taxativo:

Belfiore enfim esclareceu que a Microsoft não mais foca em desenvolvimento de software e hardware para a plataforma Windows 10 Mobile, significando que ela foi movida para o status de suporte e correção de bugs. Em outras palavras, enquanto a Microsoft der suporte à versão do sistema (que se encerrará oficialmente em 9 de janeiro de 2018; ele pode ser estendido no entanto) ela continuará liberando correções de bugs e sanando outros problemas de instabilidade. No entanto não haverão novas introduções de funcionalidades e nem lançamentos de novos aparelhos por parte da Microsoft.

Isto, e o fato que hoje seus parceiros não mais investem na plataforma e preferem se focar no Android acabam por decretar a morte em definitivo do Windows 10 Mobile.

Belfiore por fim revela que a Microsoft fez tudo o que podia para atrair developers developers developers para a plataforma, desde escrever os apps para eles a pagar pelo seu comprometimento, mas a verdade é que o desinteresse dos mesmos se deu por conta da pífia quantidade de usuários. Na verdade o Windows Phone/Windows 10 Mobile foi vítima do Paradoxo Tostines: não tinha usuários porque não tinha apps e os devs não escreviam apps para o sistema porque ele não tinha usuários. As rusgas com algumas empresas também não ajudaram.

Sendo bastante sincero, a Microsoft pagou caro pelo erro de ter chegado à festa atrasada. O anúncio da parceria com a Nokia se deu numa realidade em que iOS e Android já estavam consolidados e a BlackBerry dava ponto de audiência, a empresa não conseguiu se estabelecer como o terceiro player mesmo com seu nome e a qualidade de seus dispositivos e robustez do sistema, simplesmente porque quem já havia abraçado os iPhones ou os Androids não mudaria. Assim, quem ainda possui um smartphone Windows deve se resignar ao fato de que não receberá mais nenhuma adição de software e só tem mais dois meses de suporte oficial, e muito provavelmente a Microsoft não voltará a investir no mercado mobile tão cedo (para não dizer nunca mais).

Enfim, RIP Windows Phone/Windows 10 Mobile.

Fonte: Windows Central.

Relacionados: , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples