Home » Games » Miscelâneas » Aceite, o Spec Ops: The Line não deverá ganhar uma continuação

Aceite, o Spec Ops: The Line não deverá ganhar uma continuação

Roteirista diz que a equipe que trabalhou na criação do Spec Ops: The Line não está disposta a encarar uma continuação e volta a jogar terra sobre a possibilidade da franquia ganhar um novo capítulo.

2 anos atrás

Assim que terminei de jogar o Spec Ops: The Line fiquei pensando no quão difícil seria expressar tudo o que sua campanha tinha me proporcionado. Com uma das narrativas mais fantásticas que já vi num jogo de ação, ainda hoje lembro daquela experiência única e continuo achando que nenhum elogio que fizer será suficiente para explicar o quanto gostei daquela obra de arte criada pela Yager Development.

Para mim, aquele é o tipo de jogo que não precisa de uma continuação, tudo nele se encaixa muito bem, mas alguns fãs pensam diferente. Um deles então resolveu perguntar ao roteirista Walt Williams porque uma sequência não foi produzida e a resposta foi a seguinte:

Porque foi um desenvolvimento brutal e doloroso, e todos que trabalharam nele prefeririam comer vidro antes de fazer outro. Além disso, ele não vendeu.

Talvez esta última parte da declaração seja a principal, pois se o Spec Ops: The Line tivesse sido um sucesso comercial, acho que dificilmente a franquia teria sido deixada de lado. Pode até ser que outro estúdio assumisse o desenvolvimento, já que eles não gostariam de passar novamente por tanto sofrimento, mas que teríamos outro capítulo, não tenho muitas dúvidas quanto a isso.

Não esqueçamos que esta não foi a primeira vez que a equipe responsável pelo Spec Ops: The Line reclamou do desenvolvimento. Lá em 2012 um artigo publicado pelo site Polygon mostrou toda a insatisfação do estúdio com o modo multiplayer que foi inserido à força no jogo. Dois anos depois eles até chegaram a afirmar que nunca voltariam a trabalhar com a série e a declaração de Williams mostra que o pessoal não mudou de ideia.

O que acho uma pena nisso tudo é a sensação de que o excelente enredo e a pesada atmosfera do Spec Ops: The Line não parecem ter servido de inspiração para outros jogos. A meu ver isso poderia ter ajudado a elevar um pouco o status da mídia como um todo, mas como o diretor Timo Ullman disse noutra oportunidade, “o mercado para jogos ‘inteligentes’ ou ‘intelectuais’ é de nicho, quase elitista.

PS: caso nunca tenha jogado o Spec Ops: The Line, nele controlamos o capitão Martin Walker, que entra numa missão de reconhecimento numa Dubai que passou por uma enorme catástrofe. Conforme avança pelo local, sua sanidade começa a ser prejudicada e a principal fonte de inspiração da Yager foi o livro Coração das Trevas, de Joseph Conrad. O romance também serviu como base para o filme Apocalypse Now e acho que só isso já seria motivo suficiente para você dar uma chance ao game.

Fonte: Xbox Achievements.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários