Polícia de Nova Iorque vai substituir 36 mil Windows Phones por iPhones

Não há uma maneira gentil de dizer isso: a linha de dispositivos móveis da Microsoft é um zumbi. O investimento é mínimo, a companhia cortou quase que totalmente os investimentos e postos de trabalho e mesmo boas ideias como o Continuum viraram gimmicks para inglês ver.

A maior parte da culpa recai sobre a própria Microsoft. Além de ter entrado tarde na festa, quando iOS e Android já estavam estabelecidos e dominavam o mercado a gigante de Redmond meteu os pés pelas mãos mais de uma vez, principalmente no que dizia respeito a suporte e atualizações. Quando o Windows Phone 8 foi lançado foi decidido que os donos de WP7 não receberiam a atualização e teriam que virar com o remendo 7.8; não contente ela repetiu a dose com o Windows 10 Mobile, e os donos de aparelhos até que recentes ficaram mais uma vez a ver navios.

Como o CEO da Microsoft Satya Nadella saiu cortando tudo o que fazia volume desnecessário, a linha mobile da empresa foi totalmente colocada de escanteio de modo a focar em soluções mais rentáveis como nuvem e mercado corporativo (a divisão Xbox é um caso… curioso); dessa forma compromisso com pós-venda deixou de ser prioridade e quem comprou um Windows Phone, qualquer que se seja ficou com cara de tacho, sem lenço sem documento e sem suporte/updates. Ainda que tal estratégia venha dar retorno, o impacto na imagem da Microsoft não foi dos melhores.

Quem sentiu isso na pele e não está nada contente com a empresa é o departamento de polícia da cidade de Nova Iorque. Entre abril de 2015 e o início de 2016 ela investiu US$ 160 milhões na compra de 36 mil aparelhos Windows Phone 8.1, a saber Lumias 830 e 640 XL para  equipar seus policiais e mantê-los conectados. O prefeito Bill de Blasio chegou na época a elogiar a proposta, chamando-a de “um passo importante rumo ao século 21”. Sim, também estou rindo.

Agora veio a conta: o NYPD será obrigado a trocar todos os aparelhos de modo que não é bom manter os policiais com dispositivos sem atualizações constantes e obsoletos (o suporte foi encerrado no dia 11 de julho último), e já anunciou que irá substituí-los por iPhones. Em termos de pós-venda a Apple é campeã, mantendo suporte a dispositivos de até cinco anos de idade em alguns casos. Nenhum Android recebe atualizações por tanto tempo e embora o gasto inicial seja alto, com o tempo ele será amortizado.

A culpa por essa presepada está caindo toda nas costas na vice-comissária de Tecnologia da Informação Jessica Tisch, que teria feito pressão para a adoção dos dispositivos Microsoftcom a desculpa de compatibilidade comos sistemas de vigilância da polícia já em uso, quando ela deveria ter abraçado uma das duas plataformas líderes de mercado desde o início (e sendo bem sincero, já na época o Windows Phone já não andava bem de saúde).

Fonte: New York Post.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples