PlayerUnknown’s Battlegrounds se torna o game mais jogado do Steam

playerunknowns-battlegrounds

De tempos em tempos a indústria de games é surpreendida por um grande sucesso, um jogo que chega sem uma grande campanha de divulgação por trás, mas que rapidamente cai no gosto do público. O título da vez é o PlayerUnknown’s Battlegrounds, ou como muitos tem chamado carinhosamente, PUBG.

Idealizado por Brendan Greene, um sujeito que antes vinha criando mods baseados em filmes como Batalha Real e Jogos Vorazes, o jogo chegou ao Steam em março deste ano e embora ainda se encontre como em Acesso Antecipado, já vendeu mais de 8 milhões de cópias. O número já seria digno de deixar qualquer editora/desenvolvedora morrendo de inveja, ainda mais se pensarmos que em breve o PUBG será lançado para Xbox One e possivelmente para PlayStation 4. Porém, parece que o jogo ainda tem muito a alcançar.

No último final de semana por exemplo o título da Bluehole conseguiu a incrível façanha de se tornar o game mais jogado do Steam, conquistando assim o posto que há muito tempo vinha sendo ocupado pelo Dota 2. No ápice o PUBG registrou impressionantes 877.844 jogadores simultâneos, 40 mil a mais do que o MOBA da Valve e ainda precisamos considerar que este é um jogo gratuito que está há bastante tempo no mercado.

Tudo bem que logo depois o Dota 2 recuperou a primeira posição e que o recorde geral ainda continua sendo dele, quando mais de um milhão de pessoas foram vistas jogando ao mesmo tempo. Mas ainda assim o desempenho do PlayerUnknown’s Battlegrounds é algo para ser respeitado.

Com o jogo estando perto de receber um novo mapa, com o apoio que eles receberão da Microsoft Studios e com a eventual saída do Early Access, a tendência é que a popularidade do PUBG se torne cada vez maior, com potencial para se tornar um dos maiores fenômenos da indústria. Se as coisas continuarem acontecendo neste ritmo, acho que logo poderemos começar a tratá-lo como o novo Minecraft.

O que fico me perguntando é quanto tempo demorará até alguma grande empresa comprar a Bluehole. Há alguns dia eles até negaram os rumores de que a Tencent investiria no estúdio, mas todos nós sabemos que sempre existe uma oferta que as pessoas são incapazes de recusar.

Fonte: GameInformer.

Relacionados: , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar