Home » Internet » Startup de rastreamento de veículos gera polêmica sobre privacidade

Startup de rastreamento de veículos gera polêmica sobre privacidade

Privacidade está se tornando artigo cada vez mais raro. Agora uma empresa está começando a comercializar um produto com consequências assustadoras: é um sistema que fotografa e identifica carros que passam por uma rua, com direito a digitalizar a placa.

2 anos atrás

big-brother-596x280

Em tempos onde você consegue desestabilizar um país gravando uma conversa com um pendrive xexelento, é meio tarde demais para discutir privacidade, mas o pessoal da internet insiste. Na prática, existem dois tipos de invasão de privacidade. O real, onde polícias acessam seus dados sem autorização; e o que todo mundo reclama, todo mundo pratica e não vai deixar de existir.

Digamos assim: não é invasão de privacidade se a tecnologia puder ser substituída por uma velhinha com um caderno.

É o caso do Flock, um serviço de uma startup que está gerando controvérsia. O modelo é bem simples. Eles instalam câmeras em uma rua, que acessam um serviço na nuvem e através de reconhecimento de imagem fotografam e identificam as placas de todos os carros que passam por ela, com direito a horários.

97471799_whatsubject

Mesmo em fase de testes o sistema já conseguiu prender um criminoso: o idiota parou uma pickup, pegou uma bicicleta, colocou na caçamba e foi embora, mas tudo foi fotografado e identificado.

Moradores podem optar por não aparecer no sistema, e a empresa diz que depois de um mês os dados são apagados, mas sejamos realistas: é um datamining precioso. Imagine combinar dados de sensores espalhados pela cidade toda.

O pessoal contra está com problemas em combater a invenção: as Leis de Privacidade nos EUA são se aplicam a locais públicos, e há poucas coisas mais públicas que uma rua. O preço também indica que o negócio vai se expandir: apenas US$ 50,00 por ano.

Fonte: BBC.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários