Home » Ciência » IA » Carros autônomos da Volvo confundidos por… cangurus

Carros autônomos da Volvo confundidos por… cangurus

Uma das atuais dificuldades da IA dos carros autônomos é a detecção de obstáculos. O Sistema de Detecção de Animais Grandes (isso mesmo) dos carros autônomos da Volvo ainda não funciona bem com… cangurus, por exemplo.

2 anos atrás

halloween-kangaroo-cosplay-masks-unicorn-horse-latex-mask-scary-animal-masks-masquerade-party-mask-h-092

Reza a lenda que uma empresa de games foi contratada para fazer um simulador de vôo para um helicóptero militar. Durante a demonstração para os generais o piloto, voando sobre uma área da Austrália, resolveu dar um rasante sobre um cardume de cangurus (não vou pesquisar coletivo agora).

Os bichos se espalharam corretamente, assustados, todos aplaudiram a precisão da simulação. Eis que os cangurus vão para trás de uma duna, e começam a disparar mísseis MANPAD contra o helicóptero, que é abatido na hora.

Descobriu-se depois que a empresa aproveitou código de outros games, e só trocou o modelo 3D de soldados para cangurus, esquecendo de desativar partes da IA, como autodefesa.

Agora a Volvo, testando sua tecnologia de carros autônomos esbarrou com outro problema envolvendo cangurus. Não, eles não atiram de volta, mas quase.

O Sistema de Detecção de Animais Grandes (sim, existe isso): parte dos vários sistemas de alerta que auxiliam a IA da Volvo funciona corretamente com alces, antílopes e renas, mas não com cangurus. A culpa é da locomoção. Cangurus, como você sabe, saltam.

pepe

Isso está confundindo os sensores. Aparentemente usam dicas visuais para montar o modelo matemático do obstáculo, e ao captar o canguru no ar, o algoritmo acredita que ele está mais distante do que na verdade está. Quando ele volta ao chão, há uma inversão e ele é reportado mais perto.

Como todo ano ocorrem 16 mil colisões com cangurus na Austrália, não é algo para se deixar pra lá, mesmo que signifique reescrever boa parte das rotinas de detecção de obstáculos. Dizem eles que isso não atrasará a chegada do sistema ao mercado.

Dado o histórico da Volvo envolvendo segurança, e como são absolutamente psicopatas em tudo que tenha a ver com proteger passageiros motoristas e pedestres, se tiverem que começar do zero vão começar. A Volvo tem inclusive uma meta de que depois de 2020 ninguém mais seja morto ou gravemente ferido em um acidente envolvendo um Volvo.

Uma promessa ambiciosa, e eles provavelmente vão cumpri-la.

Fonte: BBC.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários