Alphabet Inc. vende a Boston Dynamics para o grupo SoftBank

A futura Skynet acaba de trocar de mãos. A Alphabet Inc., holding proprietária do Google fechou um negócio de valor não revelado com o grupo japonês SoftBank para a venda da Boston Dynamics, a companhia de robótica avançada e inteligência artificial que tem sido fonte de pesadelos de muita gente nos últimos anos.

O Google estava sofrendo alguns problemas com a divisão de robótica. A compra realizada em 2013, que por um lado mostrou que empresas grandes estavam dispostas a investir grandes quantias em P&D voltados a essa área nos fez vislumbrar um futuro onde teríamos mais e melhores sistemas inteligentes e quem sabe, droides auxiliares realmente acessíveis que custariam alguns milhares de dólares e não milhões. Tecnologia militar nem é onde o ouro está, vale muito mais a pena explorar o consumidor com soluções cotidianas.

Só que a realidade bateu na porta: a Boston Dynamics não foi a aquisição em robótica feita pelo Google ao longo dos anos (ela foi apenas a oitava), e a companhia não demonstrou o menor interesse em manter os contratos militares que sua nova aquisição mantinha com o DARPA. Sendo assim o sonho (ou pesadelo) de vermos robôs combatentes foi pelo ralo ou adiado indefinidamente. O grande problema é que Mountain View não conseguiu vender suas soluções para ninguém mais além dos militares, sem falar que a saída de Andy Rubin do Google desestabilizou produndamente a divisão, conhecida internamente como “Replicant”: ela já tinha dificuldades de integrar seu trabalho com outros setores da gigante (aparentemente seu know-how sequer foi emprestado à DeepMind, a responsável pelo AlphaGo) e os desenvolvedores, a mercadoria mais valiosa adquirida pelo Google nessa negociação estavam desmotivados e desanimados, e ficaram ainda mais perdidos depois que o pai do Android deu adeus, falando bem mal da experiência de liderar a divisão.

O Google então chegou à conclusão que a Boston Dynamics não era uma solução e sim um problema, e tratou de coloca-la à venda. A compradora, o grupo SoftBank não é estranho a robótica: o Pepper, aquele simpático droide companheiro de 1,20 m de altura que foi centro de uma história no mínimo curiosa e vale dizer que ela também não anda com medo de gastar, visto que em 2016 ela desembolsou R$ 32 bilhões pela ARM em dinheiro vivo. O movimento foi um passo importante para a empresa se posicionar solidamente no mercado da Internet das Coisas, e agora com a Boston Dynamics eles apostam firmemente em robótica e ampliar suas ambições.

O presidente do SoftBank Masayoshi Son deu a seguinte declaração:

“Hoje existem muitas questões que não podem ser resolvidas por nós, apenas como nossas capacidades humanas. A robótica inteligente será a chave para próxima fase da Revolução da Informação e Marc (Ralbert, presidente da divisão) e sua equipe da Boston Dynamics são claramente os líderes pioneiros em tecnologia de robótica dinâmica.”

A aquisição também inclui outra pequena divisão de robótica: a japonesa Schaft, fundada por pesquisadores da Universidade de Tóquio em 2012 e que pesquisa robôs humanoides; ela fora adquirida pelo Google antes da Boston Dynamics. E embora o valor do negócio não tenha sido revelado é certeza que não foram quaisquer dois tostões.

O que o futuro reserva? Considerando o Pepper, que é vendido a consumidores finais no Japão é possível que o SoftBank tenha dinheiro e contatos suficientes para fomentar o desenvolvimento e produção de unidades robóticas para diversos fins, sejam comerciais ou industriais; é possível também que o conglomerado retome contratos militares com a DARPA e outros governos, ao menos para garantir um fluxo de investimento constante e certo para manter os trabalhos em diversas frentes, embora saibamos que dinheiro não é problemas para os japoneses.

Por outro lado, o sonho do Google dele próprio lançar androides inteligentes foi indefinidamente postergado.

Fonte: BusinessWire.

Relacionados: , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples