Konami estuda levar série Castlevania para o Switch

Depois de toda aquela história de que a Konami passaria a investir apenas em jogos para dispositivos mobile, na série PES e em máquinas de pachinko, confesso que deixei de esperar qualquer novidade relacionada as suas muitas outra marcas.

Deve ter sido por isso que estou tão empolgado com o lançamento da série animada baseada no Castlevania e que está sendo produzida pelo Netflix, assim como fiquei agora, ao saber que a empresa tem cogitado aproveitar a franquia no Nintendo Switch.

Quem revelou tal informação foi Richard Jones, gerente de marcas da divisão europeia da Konami, que durante uma entrevista ao site Miketendo64 disse:

Tudo o que posso dizer é que existem várias discussões internas acontecendo na Konami em relação a que jogos podemos trazer para o Nintendo Switch, além do Bomberman. Um jogo que todos estejamos cientes de sua herança e do quanto é amado, e o Castlevania é. Tanto que o Castlevania receberá sua própria série no Netflix e por causa disso, estamos ouvindo muitos pedidos dos nossos fãs por uma nova série Castlevania. Então, sabemos que existe uma demanda por um novo jogo, mas no momento nada está cravado e as discussões continuam.

Sim Mr. Jones, todos nós estamos loucos por um novo Castlevania e se ele for mesmo acontecer, por favor sejam bonzinhos e permitam que tal jogo não seja exclusivo do Switch. Se pudesse escolher, eu ainda investiria em um Castlevania em duas dimensões, fosse ele feito com sprites ou mesmo com pinturas feitas a mão, como o lindo remake do Wonder Boy. Já pensou um Symphony of the Night assim?

Na verdade, há muito tempo venho clamando por uma coletânea com os antigos jogos da série, por achar que existe coisa boa demais ali para ser ignorada como está sendo e por isso pagaria com gosto por um pacote que me desse acesso aos Castlevanias lançados para o Game Boy Advance, ao Super Castlevania IV e ao Castlevania: Bloodlines. Mas pelo jeito a Konami não vê isso como um bom negócio.

Relacionados: , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar