Home » Engenharia » 00zé-ruela, ou: o caso do espião engabelado duas vezes

00zé-ruela, ou: o caso do espião engabelado duas vezes

James Bond se tornar espião por causa da vida glamourosa de mulheres, casinos, mulheres, iates, mulheres, mansões ainda dá pra entender, mas um idiota chamado Gregory Allen Justice não entendeu bem, e tentou vender segredos aos russos para bancar uma mulher, que não tinha nem a decência de existir. Clique e leia a história desse completo imbecil.

2 anos e meio atrás

season-3-disc-5-bonus-b

Durante a Guerra Fria os analistas perceberam que, de um modo geral havia uma diferença fundamental entre os desertores soviéticos e americanos. Os soviéticos traíam o país por ideologia. Muitos ficavam profundamente ofendidos quando os recrutadores da CIA ofereciam dinheiro, carros, etc em troca de informações. Já os agentes americanos eram essencialmente motivados por ganância. O mais curioso é que apesar disso os russos eram mãos de vaca.

John Anthony Walker, talvez o mais danoso agente infiltrado era oficial de comunicações da Marinha dos EUA. Ele compartilhou mensagens secretas dos EUA com os russos entre 1968 e 1985, no total ganhou por isso o equivalente a US$ 350 mil. Na média cada mensagem secreta custou a Moscow US$ 10,00.

Apesar do que o Snowden diz, a espionagem continua firme e forte. 5 sujeitos foram presos acusados de tentar vender informações secretas pra China. No final de março uma coroa de 60 anos foi presa por repassar segredos de Estado pra China, em troca de milhares de dólares e presentes, mas o nosso causo é sobre um zé ruela chamado Gregory Allen Justice.

Ele era funcionário da divisão de satélites da Boeing, e como toda empresa de alta tecnologia, o monitoramento dos funcionários é constante. Numa dessas repararam que Gregory havia copiado um monte de plantas e esquemas técnicos para um pendrive. Alguém confirmou que isso não era normal pro trabalho dele, uma bandeirinha vermelha foi marcada e ele passou a ser acompanhado mais de perto.

Uma revista no apartamento do sujeito descobriu um papel escrito Cx2 com os nomes e telefones do Oficial de Defesa, Adido Militar e Adido Naval da embaixada russa.

freshburritosinstantly

Isso fez com que uma bandeira vermelha maior ainda fosse marcada no perfil do sujeito, e autorização para escuta telefônica foi conseguida. Em fevereiro de 2016, bingo! O FBI interceptou uma ligação onde o JÊNEO ligou para a embaixada russa:

No último outono eu mandei um esquema técnico e liguei para dar prosseguimento, falei por um momento com o Adido Naval, estou ligando de novo para ver se ele estava interessado em, huh… manter contato e obter mais… huh… coisas similares ao que enviei”.

O FBI montou uma arapuca com um agente disfarçado de russo, ao qual o abestado ofereceu todos os planos de satélites, procedimentos de testes, tudo que existe em nossos servidores.

960-1

Gregory também disse que era fã de Jason Bourne e James Bond, o que demonstra que ele não entende bicas de espionagem real, mas sua justificativa para vender segredos era outra. Disse que a esposa estava entrevada, e estava se afundando em contas médicas.

Nobre, né? Só que o FBI não se comove fácil. Fuçando o computador do sujeito no trabalho, descobriram que ele se correspondia com uma tal de Chay, gatíssima segundo as fotos que mandava para Gregory, e se você já começou a rir, sinal que tem mais de 2 meses de internet.

A tal de Chay recebeu entre dezembro de 2015 e maio de 2016 mais de US$ 21 mil, enviados por Gregory via SEDEX. O idiota estava apaixonadinho e ajudando a pobre moça necessitada.

Moça essa que o FBI, inteligente como só ele descobriu com uma simples busca de imagem no Google, ser uma modelo européia. Quer dizer, as fotos eram de uma modelo européia. O Retardado estava bancando sem saber uma dona que morava em um apartamento em Long Beach, com o filho e o namorado.

blogger-image-1593632504

CATFISHED MOTHERFUCKER!

Ela ganhou de presente um ventilador Dyson, duas TVs, um grill, móveis de cozinha, um iPhone, bolsas, edredons e outras 86 compras na Amazon.

Pra piorar nem a venda de segredos rendeu muito, ele repassou informações secretas quatro vezes, no total recebeu do agente russo que não era russo US$ 2.500,00. Isso não cobre nem os US$ 4.300,00 que Gregory gastou em cursos online para aprender técnicas de Espionagem e Evasão, Combate Manual e outros. Talvez consiga um estorno…

Depois que ele ofereceu ao agente russo um tour pelas áreas secretas do laboratório, o FBI cansou de brincar de The Americans, e prendeu o imbecil, que agora aguarda audiência de sentença, marcada pra 18 de setembro. A pena máxima é de 35 anos de cadeia, 2 por espionagem e 33 por ser um idiota ao tentar ser espião sem nunca ter lido um livro de Tom Clancy.

Fonte: Guns.

 

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários