Home » Microsoft » Logo você poderá impedir que incautos instalem qualquer porcaria no Windows 10

Logo você poderá impedir que incautos instalem qualquer porcaria no Windows 10

Próxima build do Windows 10 terá opção que permitirá usuários avançados bloquearem a instalação de programas Win32; o sistema passaria a aceitar apenas apps da Windows Store.

2 anos e meio atrás

Sabe aquele amigo ou parente que pediu para você instalar o Windows para ele e mesmo após inúmeros apelos seus para que ele não instalasse qualquer coisa no sistema, entulhou o desktop e obviamente acabou por incluir programas maliciosos? Pois bem, a Microsoft está trabalhando para minimizar esse problema: a próxima build do Windows 10 fornecerá opções para restringir os tipos de aplicativos que poderão ser instalados, podendo inclusive recusar completamente programas Win32.

A novidade referente ao Windows 10 foi constatada por um usuário do programa Insider Preview. A partir da versão 15042 qualquer um com permissões administrativas poderá determinar quais os tipos de programas que o Windows 10 aceitará. Há três opções distintas: liberar tudo, permitir tudo mas dar preferência aos programas UWP fornecidos pela Windows Store ou bloquear completamente a inclusão de apps Win32, forçando o usuário a recorrer à lojinha.

Um detalhe interessante é que a opção não se aplica a programas Win32 já instalados, caso a opção mais restritiva seja ligada. Tais aplicativos já presentes funcionarão novamente e apenas novas tentativas de introdução de programas externos à Windows Store serão barradas. Isso significa que o usuário avançado poderá facilmente preparar uma nova máquina Windows para um parente, instalando os programas tradicionais essenciais (Office, Photoshop, Steam, etc.) e só então ativar a opção de bloqueio de aplicativos não UWP. Assim, o usuário sem poderes administrativos não correrá o risco de esculhambar com o Windows 10.

Pense nas implicações de segurança. Usuários corporativos não poderão instalar nada de nenhuma maneira em terminais da empresa e seus filhos também não poderão incluir novos programas suspeitos ou games nos seus computadores, mesmo que consigam driblar certas restrições. Especula-se inclusive que o tal Windows 10 Cloud Shell, que também rodará aplicativos Win32 virá com a opção restritiva ativa por padrão e tão somente ela (as demais versões virão com tudo liberado por default), atrelada um pagamento adicional para liberar a função de programas tradicionais.

Resta acompanhar os próximos movimentos da Microsoft. Em todo caso, a opção de não deixar seus parentes instalarem qualquer coisa no Windows 10 é excelente e muito bem-vinda.

Fonte: Ars Technica.

relacionados


Comentários