Home » Demais assuntos » PlayStation VR já vendeu 915 mil unidades

PlayStation VR já vendeu 915 mil unidades

CEO da Sony diz que o desempenho comercial do PlayStation VR está acima do que a empresa esperava e que se o HMD se atingir 10% da base instalada do console, eles ficarão muito felizes.

3 anos atrás

playstation-vr

Lançado em outubro do ano passado, até alguns dias atrás eu seria capaz de apostar que o PlayStation VR estava sendo um fracasso. Ok, fracasso não, pois é uma palavra muito pesada, mas eu tinha a impressão de que o desempenho comercial do HMD da Sony estava muito longe do desejado e dois motivos que me levavam a pensar assim era o silêncio da empresa em relação ao número de vendas e a pequena quantidade de lançamentos de grande porte para o aparelho. Porém, eu estava errado.

Ao conceder uma entrevista ao jornal The New York Times, Andrew House disse que até o dia 19 deste mês foram vendidas 915 mil unidades do dispositivo de realidade virtual e como a companhia estimava 1 milhão nos primeiros seis meses, o que daria lá por meados de abril, o número pode ser considerado muito bom.

Ainda segundo o CEO da Sony Interactive Entertainment, se eles conseguirem fazer com que no máximo 10% dos donos de um PlayStation 4 comprem um PS VR, já seria o suficiente para os executivos da empresa ficarem muito felizes e considerando que no início de janeiro a base instalada do console havia passado a marca de 53 milhões de unidades, não é de se estranhar a declaração.

O curioso nesta história é ver um alto executivo dando números tão precisos, tanto da expectativa quanto das vendas, algo bastante raro na indústria e um bom exemplo disso pode ser visto nos concorrentes do PlayStation VR, o Oculus Rift e o HTC Vive. Em ambos os casos não sabemos exatamente quantas unidades foram vendidas, então fica difícil ter certeza de como o aparelho da Sony tem se saído se comparado a eles.

O fato é que sabíamos que a fabricante japonesa tinha uma grande vantagem nas mãos, que era o preço total (HMD + plataforma de jogo) bem inferior ao cobrado pela concorrência, além de uma base instalada imensa e principalmente, pronta para receber o aparelho. Pois agora ficou claro que isso tem se convertido em boas vendas, mesmo que eu continue achando que a atenção dada a quem comprou um PS VR deveria ser melhor (leia-se, recebendo mais jogo).

Fonte: The New York Times.

relacionados


Comentários