Democratas estão preocupados com o Android inseguro (e velho) de Donald Trump

Não há Cristo que convença o presidente dos Estados Unidos Donald Trump de parar de utilizar seu velho Android (velho mesmo, já chego lá). Como o topetudo laranja não se emenda, senadores democratas começaram a se mexer para ao menos convencer os membros mais próximos do gabinete de que tal atitude não faz bem para a Segurança Nacional.

Como manda o protocolo, ao assumiu o gabinete da presidência Donald Trump deveria abrir mão de seu smartphone pessoal e utilizar um criptografado, fornecido pelo Serviço Secreto. O problema para o Orange Man, que não consegue ficar longe das redes sociais é que tal aparelho é capado ao extremo: ele só faz e recebe ligações de um número extremamente restrito  de contatos, selecionados a dedo pelos agentes e não envia SMS, nem acessa redes sociais. As postagens oficiais do perfil @POTUS no Twitter e outras redes são feitas através de um iPhone portado por um assessor, algo que já era regra na administração Obama (o último presidente no entanto costumava postar ele mesmo algumas mensagens pelo aparelho alternativo).

Problem is, assim como a Dilma que ignorou os celulares protegidos fornecidos pelo CEPESC, Trump acha o BlackBerry protegido um aparelho aquém de suas necessidades básicas (xingar muito no Twitter) e continua utilizando seu velho dispositivo: segundo o Android Central, que analisou fotos do aparelho do Trump tudo indica que ele utiliza um Galaxy S3, smartphone top de linha que a Samsung lançou em 2012, quase cinco anos atrás e que morreu no Android 4.3 Jelly Bean. Caso seja o modelo com 4G ele ainda rodaria o 4.4 KitKat, mas ainda permaneceria sendo um dispositivo deveras antigo.

O grande problema é que Trump não consegue se comportar, as chances de seu dispositivo ser hackeado são certas, apenas uma questão de tempo e por se tratar de um dispositivo Android que já estourou todos os limites de tempo, é inacreditável que alguém como ele não tenha trocado de Android na última meia década. Pensando nisso os senadores democratas Tom Carper e Claire McCaskill, membros da Comissão de Segurança Nacional enviaram uma carta ao Secretário de Defesa James Mattis, alertando-o dos riscos que o presidente corre ao não migrar de vez para o BlackBerry protegido.

Por tabela Trump acaba por colocar toda a nação a um hacker de distância, pois as chances desse Galaxy S3 conter informações altamente sigilosas são altíssimas. Embora a gente saiba que o Orange Man não é burro (de outra forma ele não teria ficado bilionário), seguro morreu de velho.

A Casa Branca não teceu comentários sobre o caso.

Fonte: CNET.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples