Segunda missão global de Pokémon Sun & Moon tenta corrigir os erros da primeira

pokemon-sun-and-moon

No dia 29 de novembro, 11 dias após o lançamento da dupla Pokémon Sun & Moon para Nintendo 3DS a Nintendo e a Game Freak introduziram um novo feature, o de Missões Globais. Através dele a comunidade de treinadores pokémon deve alcançar um objetivo através do esforço conjunto, o que se reverte em bônus interessantes para todo mundo que participar ao alcançar a meta.

Só que os desenvolvedores exageraram na primeira tentativa. A missão inicial pedia que os jogadores capturassem nada menos que 100 milhões de monstrinhos de bolso num período de 14 dias, um absurdo para dizer o mínimo. Mesmo com os games tendo atingido a marca de 3,7 milhões de cópias vendidas nas Américas nas duas primeiras semanas e se tornar o game da Nintendo que mais rápido atingiu tal marca na história, tal meta se mostrou completamente irreal e mal calculada pela Game Freak.

O resultado não poderia ser diferente: ao término da missão apenas 16,4 milhões de pokémons foram capturados. Um fracasso completo. Além da meta de pokémons a serem capturados ser alta demais, a forma como o jogador deveria submeter seus feitos é mais complicada do que deveria: é preciso logar no serviço Global Sync com uma ID especial e só então sincronizar seus dados. É possível que muita gente pensou que bastava capturar tudo o que visse pela frente e não se tocou que era preciso um passo a mais. Ainda assim, mesmo que a sincronização fosse simplificada é muito improvável que a comunidade atingisse os 100 milhões.

Ciente de que fez besteira, a Game Freak tomou providências para que a segunda missão não seja outro fiasco. Lançada na segunda-feira e com duração até o dia 09/01/2017 (mais 14 dias), desta vez os treinadores “só” terão que utilizar o recurso Island Scan para capturar coletivamente um milhão de pokémons. Para quem não sabe, o feature permite que o jogador localize monstrinhos raros na região de Alola (especificamente de gerações anteriores) e pode ser desbloqueado ao conquistar 100 pontos com o QR Reader, o scanner de códigos QR. Cada pokémon comum rende 10 pontos, e um raro 20 pontos.

No entanto, como o tempo é a chave e nem todo mundo pode conseguir ativar o Island Scan a tempo (sem falar que o recurso só pode ser utilizado uma vez por dia), a Game Freak liberou os códigos QR abaixo que desbloqueiam o modo instantaneamente. Só captura-los e pronto.

pokemon-sun-and-moon-qr-codes

Caso a missão seja um sucesso desta vez, todos os que participarem receberão 2.017 Festival Coins ou 217 FC, caso a meta não seja atingida. Se o jogador registrou seu game na Pokémon Global Link as recompensas dobram: 4.034 FC em caso de sucesso ou 434 FC de falha.

Ainda que o número seja um tanto alto, escanear um milhão de pokémons ainda é uma tarefa mais simples do que os 100 milhões da missão anterior. E considerando as ótimas vendas de Pokémon Sun & Moon, é bem provável que a Game Freak e a Nintendo tenham acertado desta vez.

Fonte: Pokémon Global Link.

Relacionados: , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples