Home » Engenharia » Namorad… — digo, assistente pessoal holográfica. Sim, Japão.

Namorad… — digo, assistente pessoal holográfica. Sim, Japão.

Que tal uma assistente digital no formato de uma japinha de animê? Uma empresa japonesa está lançando uma, mas não se anime esperando uma versão holográfica de La Blue Girl. Por enquanto ela é censura-livre, só fala japonês e custa uma grana preta.

3 anos atrás

krieger

É claro que elas (ainda) não são inteligentes de verdade, mas as assistentes digitais, Siri, Cortana e Alexa fazem um bom trabalho em fingir ter personalidade, inclusive a Evan Rachel Wood descobriu que a Siri tem umas respostas bem suspeitas quando questionada sobre Westworld

O que falta a elas é um rosto. Em parte é compreensível, sem uma atriz por trás Cortana ficaria mecânica, caindo fundo no Vale da Estranheza. Só que pra tudo há solução, e o Japão (sempre eles). A solução no caso veio para o Gatebox, assistente de voz que segue a linha do Amazon Echo e sua personalidade, Alexa.

A solução é essa cafeteira aqui.

gatebox_vert1-768x1024

Um projetor gera a ilusão de um holograma de uma personagem chamada Azuma Hikari. Ela tem 20 anos (claaaro, claaaro que tem 20 aninhos perfeitamente legal), 1 m 58 cm, gosta de donuts e assistir animês e seu sonho é se tornar uma heróina para ajudar pessoas que trabalhem muito.

azuma-2

Ela funciona pelo sistema de voz do Gatebox e via app de smartphone. Aos poucos ela ficará mais e mais interativa, e se você acha isso pouco saudável do ponto de vista psicológico, não está muito errado.

Nesta parte eu iria zoar cruelmente os otakus e suas esquisitices mas o vídeo me deixou mal. Sério, o coitado do japa todo feliz dizendo é bom saber que tem alguém me esperando em casa foi triste num grau 2, sendo 5 o Cachorro do Fry.


info vinclu — Gatebox - Virtual Home Robot [PV]_english

A Cafeteira-Com-Japinha terá uma produção inicial de 300 unidades, cada uma custará US$ 2.600,00 e já está na pré-venda. Do jeito que há japas solitários, vai vender rapidinho. Só espero que o vidro seja lavável.

Fonte: Digital Trends.

relacionados


Comentários