Home » Internet » Secret, o app de posts anônimos pode voltar. Thanks, Trump!

Secret, o app de posts anônimos pode voltar. Thanks, Trump!

Fundador do Secret, app que permitia ao usuário postar mensagens anônimas diz que o aplicativo voltará em breve; eleição de Trump seria o principal motivo.

3 anos atrás

secret

Você se lembra do Secret? O app permitia ao usuário compartilhar seus pensamentos e aflições na internet de uma forma completamente anônima, algo que muita gente achou legal e que obviamente atraiu todo tipo de problemas para si, legais ou não.

Só para começar a proposta do Secret é ilegal no Brasil, visto que a Constituição protege a liberdade de expressão MAS proíbe completamente o anonimato. Como o Secret começou a ser usado principalmente como uma plataforma para as pessoas falarem mal uns dos outros, a justiça do Espírito Santo determinou que o app fosse proibido no país.

Ainda que a medida tenha sido retirada após Microsoft e Google garantirem que os usuários podiam sim ser identificados (a Apple não recorreu da decisão), o Brasil não foi o único país a apontar o dedo para o app e seu criador David Byttow, principalmente por questões de privacidade e cyberbullying. A possibilidade de permitir que qualquer um falasse o que quisesse de qualquer pessoa e não fosse responsabilizado por isso despertou a ira de muita gente, e no fim das contas o Secret foi forçado a ser desligado contra a vontade de Byttow, após 16 meses de existência (e cerca de oito de evidência na mídia). Na época o desenvolvedor afirmou que sua criação “não mais representava sua visão”, dando a entender que ele acreditava (ou fingiu que) que abusos não seriam cometidos.

Só que os rumos recentes da política e do mundo nos últimos tempos, culminando com a eleição de Donal Trump como presidente dos EUA levaram Byttow a acreditar que o app é hoje mais necessário do que nunca.

Diz Byttow que o momento é propício para uma ferramenta “mais autêntica” que permita que seus usuários sejam sinceros com aqueles que se importam, fazendo referência ao rolo recente em que o Facebook se enfiou. Claro que a rede social de Zuckerberg não foi fator determinante nas eleições, mas ela influenciou ainda que pouco nos resultados e nós sabemos que há sim, pessoas que acreditam piamente nas fanfics por mais absurdas que sejam.

O cerne da questão é como o Secret V2 iria se encaixar no cenário atual. Se lançado nos mesmos moldes da versão anterior ele continuaria sendo uma ferramenta usada majoritariamente por trolls, aqueles que só têm coragem atrás de uma máscara ou de um avatar fofinho. Byttow diz que o anonimato é um direito fundamental mas quando tal ferramenta é utilizada, tem-se um problema e tanto nas mãos.

Por isso que no Brasil é ilegal e ponto: você pode falar e se expressar o quanto quiser, mas é obrigado a responder pelas consequências de seus atos. É o que muita gente não entende quando moderamos nossos comentários, já que na impossibilidade de identificar o usuário o site é responsabilizado.

Enfim… ainda não há uma data fixa para o retorno do Secret, Byttow afirma que segue focado no Bold, uma solução corporativa e que outra equipe cuidaria do desenvolvimendo do app, com ele supervisionando. Resta saber no que isso vai dar.

Fonte: TechCrunch.

relacionados


Comentários