Home » Ciência » Engenharia » Rebeldes sírios construíram uma Sentry Gun, e das boas!

Rebeldes sírios construíram uma Sentry Gun, e das boas!

A guerra na Síria tem rendido invenções bem criativas no campo dos armamentos, mas agora os rebeldes se superaram. Construíram uma Sentry Gun que é o sonho de consumo de todo carioca.

2 anos e meio atrás

main_900

Tom Clancy costumava dizer que a Guerra é o ambiente mais cruelmente darwinista, se você não for o melhor no que faz, mesmo que não seja nada agradável, você morre. Também é uma situação onde a criatividade humana dá saltos.

Temos visto bastante rebeldes sem acesso a armas modernas improvisando, e com o passar dos anos essas macgyverizações se tornam cada vez mais sofisticadas. Originalmente as armas improvisadas eram atiradeiras lançando bombas caseiras.

rocket

syrian-rebels-fire-mortar

Com o tempo começaram a adaptar bujões de gás em lançadores de morteiros. Agora as bombas-bujão possuem aletas estabilizadoras. Os rebeldes sírios não só estão desenvolvendo um programa espacial como avança bem mais rápido que o nosso.

999098_629718320381564_1084840810_n

main_900-3

main_900-4

Um exemplo que apareceu nas interwebs hoje mostra o quanto se sofisticaram em alguns anos de guerra. Um grupo projetou e construiu uma arma de controle remoto, usando como base uma metralhadora .50.

A SHAM R3 tem uma plataforma elevada, assim você pode abaixar a arma e resolver algum problema sem se expor. A unidade é portátil, pode ser montada em minutos, um monitor LCD uma bateria de carro e um controle de PlayStation são tudo que o operador precisa. Uma câmera com zoom de 95× permite que você mire alvos bem distantes e como a câmera é Samsung, provavelmente serve como dispositivo de autodestruição também.

O conjunto todo é alimentado por uma bateria de carro.

Falando assim parece improviso, mas já vi sistemas de centenas de milhares de dólares com aparência bem menos profissional. Azar do Assad, aquele verme.


شبكة حلب نيوز - Halab News Network — SHAM R 3

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários