Home » Games » Mobile » Fenômeno Pokémon GO esfria e Clash Royale retoma seu lugar como mais lucrativo

Fenômeno Pokémon GO esfria e Clash Royale retoma seu lugar como mais lucrativo

O fenômeno esfriou: o jogo Clash Royale retoma o 1º lugar e deixa Pokémon GO em 2º como mais lucrativo da App Store.

3 anos atrás

laguna_pokemon_go_nebraska

Tem sido mais raro ver pessoas jogando Pokémon GO (crédito: Venture Beat)

A arrecadação do maior jogo mobile de todos os tempos deu uma bela queda lá na civilização. Queda boa o suficiente para ficar em segundo lugar na App Store.

Após 74 dias ininterruptos de vitória na App Store US e ter faturado ao menos US$ 400 milhões nos EUA, o fenômeno Pokémon GO esfriou o bastante para sua arrecadação ser ultrapassada pelo Clash Royale.

laguna_pokemon_go_top_grossing_comparison_peq

Vitórias dos aplicativos líderes em arrecadação na App Store por mais dias consecutivos (crédito: Sensor Tower)

Não fosse por Pokémon GO, Clash Royale poderia ter ultrapassado a marca de 100 dias consecutivos como jogo mais lucrativo da loja de aplicativos da Apple. Até o dia 6 de julho, o jogo da Supercell sucessor do Clash of Clans, Clash Royale acumulou 32 dias ininterruptos como líder de arrecadação dos jogos mobile na App Store.

Sim, Pokémon GO interrompeu o sucesso de Clash Royale, que venceu até então “apenas” 32 dias consecutivos. Logo agora que o fenômeno Pokémon GO esfriou, o Clash Royale retomou uma tendência estável de liderança diária nesse quesito. Só para ter ideia, o primeiro colocado em número de vitórias desse tipo é o velho Clash of Clans com 347 dias; enquanto o segundo lugar é do jogo Candy Crush Saga, com 109 dias consecutivos no 1º lugar de arrecadação.

Desde o dia 19 de setembro, segunda-feira, o mais recente Clash Royale voltou a liderar. O motivo é simples: a Niantic Labs, por mais que tenha feito algumas atualizações no Pokémon GO, não conseguiu reconquistar os jogadores casuais com maiores novidades. E ao lado do Clash Royale temos uma senhora campanha de marketing junto.


Clash Royale: Música Tema (Comercial de TV Oficial)

O jogador casual é maioria nos games mobile e precisa de novidades suficientes para continuar jogando e investindo dinheiro. Para muitos deles, provavelmente o Pokémon GO se resumia a ir atrás de onde tinha novos pokémons e capturá-los. Isso quando há PokéStops por perto: muitas cidades pequenas sofrem com escassez de pokémons.

Além disso, o jogo da Niantic Labs só possui a primeira geração de Pokémon e muito provavelmente não vai expandir muito para não se chocar com os novos jogos de verdade da franquia, Pokémon Sun e Pokémon Moon, que chegarão ao 3DS em novembro. Por mais lucrativo que Pokémon GO seja, não o é para a Nintendo e esta já conseguiu publicidade bastante para novos projetos mobile como Super Mario Run.

Quanto a outros países, Pokémon GO continua líder na App Store. Na Play Store, o jogo da Niantic Labs ainda é líder, mas quem se importa tamanha a pirataria?

Fonte: Sensor Tower via Venture Beat.

relacionados


Comentários