Home » Meio Bit » Google » Allo, o mensageiro instantâneo do Google começa a ser liberado

Allo, o mensageiro instantâneo do Google começa a ser liberado

Google começa a liberar paulatinamente o acesso ao Allo, seu próprio mensageiro instantâneo que chega para concorrer com WhatsApp, Telegram e cia.

2 anos atrás

allo

Você se lembra que o Google anunciou dois novos apps durante a I/O 2016? O Duo, sua nova solução para videochamadas já está disponível para todo mundo, e agora o Allo, o novo mensageiro instantâneo que chega para competir com WhatsApp e cia. começa a ser liberado para os usuários.

A princípio o Allo não é diferente do WhatsApp, Telegram, Fecebook Messenger e outros concorrentes: ao se integrar com sua lista de contatos (ele também depende de um número de celular para funcionar) ele permite o envio de mensagens, fotos, vídeos, GIFs e stickers, mas com alguns adicionais bem interessantes: ele pega emprestado o conceito dos bots do Telegram, mas graças aos algoritmos de Mountain View ele é capaz de muito mais. O Google Assistant é basicamente uma IA resumida, com capacidade de entender linguagem natural e fazer sugestões de respostas ao usuário, sem falar que o Allo se integra a outros produtos da empresa. Se alguém no meio de uma conversa sugerir um restaurante, você pode sem sair do app pesquisar os mais próximos e fazer reservas. Basta chamar o bot do Assistant, que atende obviamente por @Google.

ga_contextual

A integração é bem orgânica. Você não precisa solicitar que o bot abra um serviço específico, apenas pedir normalmente, via texto ou voz que ele execute uma tarefa. O Assistant se encarregará de acionar o serviço mais adequado que pode ser o YouTube, o Mapas ou mesmo o motor de busca. Tudo sem sair de dentro do Allo.

Outra função interessante do app é o Smart Reply, sua capacidade de reconhecer texto e imagens e de fazer sugestões de respostas com base nelas. É interessante para facilitar a comunicação mas como já devem ter pensado, não deve ser uma boa ideia compartilhar nudes pelo app (se bem que desconfio que o Allo deva bloquear o upload de cara). E mais importante, o Google Assistant se alimenta das solicitações e se aprimora com o tempo, tal como a Siri e a Cortana. Porém, embora seja uma evolução do Google Now ele continua tão impessoal como sempre foi.

E diferente do Telegram o Google não abrirá a API para a criação de outros chatbots. O @Google reinará sozinho.

smartreply

Bom, vamos ao que interessa: como é de praxe o Allo a princípio só está disponível nos Estados Unidos para um número limitado de usuários, tanto para iOS quanto Android, e o acesso será paulatinamente liberado para o resto dos mortais. Ainda não há previsão de quando ele chegará ao Brasil, mas ao menos na plataforma móvel do Google você pode se pré-registrar, sendo avisado quando ele desembarcar por aqui.


Google — Say hello to #GoogleAllo

Fonte: Google.


Leia mais sobre: , , , , , , , , , , , , , , .


relacionados


Comentários