Home » Filmes e séries » Jason Bourne causando enjôo no público. Estranhamente não é o roteiro

Jason Bourne causando enjôo no público. Estranhamente não é o roteiro

3D infelizmente voltou à moda, há indícios de que está passando mas só o público conseguirá se livrar dessa praga. Agora uma versão do Jason Bourne na China está contribuindo, ao causar náuseas em um monte de espectadores.

3 anos atrás

1481081902319927722

Toda vez que o cinema entra em crise inventa algo novo pra tentar recuperar a audiência. Tivemos coisas estranhas como exibições de filmes com aroma, cadeiras que davam choque, atores correndo na tela e filmes de terror com ambulâncias na porta, mas a tecnologia mais (re)utilizada para atrair público é o 3D.

Não há nada de novo, a primeira exibição comercial de um filme 3D foi em 1922. De lá para cá 3D entra e sai de moda, e Avatar sequer começou a mais recente onda. Vários outros filmes cimentaram essa retomada do 3D, Avatar foi sorte, pois legitimou o formato e fez com que cinemas comprassem a idéia.

Em última análise são eles que pagam pelos upgrades nos projetores, e ajudaram a tornar 3D mainstream. A maioria dos cineastas não gosta, prefere filmar em 2D e converter para 3D na pós-produção, é mais barato e menos trabalhoso. Cinemas por sua vez preferem tudo em 3D, o ingresso é bem mais caro.

18ybrw5k5my9vjpg

Não que 3D não seja legal. Avatar funcionou muito bem, o Transformers 3 tem EXCELENTES cenas em 3D (as wingsuits são tudo de bom) e o Hugo Cabret também tem momentos lindos, mas não justifica o incômodo e o preço. Mais ainda: um percentual significativo de pessoas não se dá bem com 3D. Por causa disso as produtoras seguram a onda e não forçam o efeito 3D, escolhendo um ponto entre o efeito total e o suficiente para ser percebido sem fazer a platéia vomitar.

Agora pisaram na bola. E na China. O país é mercado primário para Hollywood, afinal são 39 mil telas de cinema, e chineses adoram um filme. Por isso o último filme da franquia Jason Bourne, o James Bond da Ali Express ganhou uma conversão 3D especialmente para o país, o que pelo visto ficou bem xing-ling.

icfos3d

Um monte de pessoas estão reportando náusea depois de assistir as cenas mais agitadas do filme em 3D. Vários compararam a experiência a assistir “filmes baratos”, convertidos para 3D nas coxas.

A distribuidora está correndo para providenciar mais salas 2D, o que significa que perderão dinheiro com a exibição E a conversão 3D. Mesmo assim em 3 dias o filme já fez US$ 25,1 milhões.

Sempre podemos sonhar que é o começo do fim da modinha do 3D, mas sendo realista com a grana que os cinemas investiram, não vão acabar tão cedo. Tudo bem, ao menos tem gente perdendo dinheiro com isso.

Fonte: Hollywood Reporter.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários